terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Polícia Federal no RN apreendeu 2,5 mil kg de drogas em 2015.


A Polícia Federal apresenta nesta segunda-feira (4), o balanço das suas atividades operacionais realizadas em 2015 no Rio Grande do Norte. Dispondo de uma superintendência em Natal e uma delegacia em Mossoró, a PF contabilizou um total de 12 operações no combate a diversos tipos de crime, tais como: sonegação fiscal, desvios de recursos públicos, evasão de divisas, lavagem de dinheiro, pedofilia através da internet, tráfico de drogas, corrupção, falsidade ideológica, assaltos contra agências dos Correios, grupo de extermínio, fraude em Programa Social do Governo Federal, etc.

Também foram cumpridos 6 mandados de prisão, para fins de extradição, expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em desfavor de estrangeiros encontrados no RN e, dentre eles, um norte-americano que vivia na Praia de Pipa e era considerado um dos foragidos mais procurados em todo o mundo pelo U. S. MARSHALS do Departamento de Justiça dos EUA, acusado de ser o líder de uma seita e de ter estuprado cerca de 60 mulheres no seu país.

Vale ressaltar que as prisões para fins de extradição efetuadas em solo potiguar no ano de 2015, só ficaram atrás, em termos quantitativos, da congênere de São Paulo, fato que rendeu uma simbólica condecoração à PF/RN, no final do ano passado em Fortaleza/CE, por parte da INTERPOL, durante o Encontro Nacional dos seus Representantes Regionais.

Outros foragidos nacionais também foram presos ao longo do ano em diversas situações, algumas delas, bem curiosas, como por exemplo, a de uma mulher que estava na fila de uma penitenciária para a “visita íntima” e era procurada para o cumprimento de mandado de prisão e, uma outra, de um homem acusado de praticar assaltos contra agências dos Correios quando participava de um velório de um comparsa, na Zona Norte da cidade.

Nas várias prisões que a PF realizou contra suspeitos de assaltarem agências dos Correios, pelo menos cinco delas eram de foragidos do Sistema Prisional do Estado, sendo quatro do Presídio de Alcaçuz e um, da Penitenciária Agrícola de Mossoró.

No entanto, foi no combate ao narcotráfico que a Polícia Federal conseguiu os seus números mais expressivos, uma vez que duas toneladas e meia de drogas foram apreendidas, principalmente em cidades do interior, quando eram transportadas para a capital, o que representa um recorde anual desde que a PF foi instalada no RN, em meados dos anos de 1960.

De quebra, superou a então inédita marca anterior de 1.266 quilos de substâncias entorpecentes apreendidas em 2011. Ao todo, no ano passado, 17 pessoas foram presas em flagrante, acusadas de envolvimento com o tráfico de drogas e, dentre elas, um cearense que tinha vários mandados de prisão em aberto e era considerado um dos homens mais procurados pela polícia daquele estado.

A quantidade de droga retirada de circulação em 2015 ficou assim distribuída: 
- 2.529 quilos de maconha
- 55 quilos de crack
- 4,4 quilos de cocaína
- 2 quilos de pasta base
- 633 comprimidos de ecstasy
TOTAL: 
2.590 quilos e 400 gramas

FOTO: DIVULGAÇÃO / PF

Nenhum comentário:

Postar um comentário