quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Presos quebram grades e tentam nova fuga em presídio do RN

Fuga foi abortada na madrugada desta quarta (13) no Pavilhão 5 de Alcaçuz. Depois de quebrar grades, dois detentos ainda tentaram cavar buraco.

Anderson Barbosa Do G1 RN
Presídio Rogério Coutinho Madruga, mais conhecido como Pavilhão 5 de Alcaçuz (Foto: Ricardo Araújo/G1)

Detentos do Presídio Rogério Coutinho Madruga, mais conhecido como Pavilhão 5 de Alcaçuz, tentaram escapar na madrugada desta quarta-feira (13). Depois de quebrarem grades da janela de uma das celas da Ala B, dois presos se aventuraram a cavar um buraco no pé do muro. Do alto de uma das guaritas, policiais militares perceberam a movimentação e fizeram disparos de advertência. Assustados, os dois retornaram para a cela. O presídio, anexo da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior unidade carcerária do estado, fica no município de Nísia Floresta, na Grande Natal.

Segundo o agente penitenciário Ivo Freire, diretor da unidade, as grades quebradas são as mesmas danificadas durante a fuga ocorrida em 2012, quando 41 internos conseguiram escapar do presídio. “Os presos quebraram a solda das grades. Tinham seis presos na cela, mas somente dois saíram. A cela vai ser isolada e o reparo será realizado da forma correta”, relatou.

Ainda de acordo com Ivo, uma sindicância foi instaurada para apurar responsabilidades. “Uma revista geral será realizada, e câmeras e refletores serão instalados”, acrescentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário