quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

A cada dia um policial militar deixa a corporação militar estadual


Com um efetivo de pouco mais de 8 mil policiais militares, a Polícia Militar do RN vê diariamente a baixa de seu contingente ser publicada em seu boletim interno. 

Somente nos primeiros trinta dias do ano de 2016, a Polícia Militar já contabilizou a solicitação de licenciamento e transferência ou agregação para a reserva remunerada de 31 policiais militares, além de uma exclusão a bem da disciplina de um policial. 

Sendo todos praças - Soldados, Cabos, Sargentos e Subtenentes, a Polícia Militar assiste a redução de seu efetivo que já se encontra deficiente em mais de 4 mil policiais. Dos 32 policiais militares que deixaram a corporação neste mês de janeiro, oito deles solicitaram o licenciamento por conta própria, muitos deles possuindo dez anos ou mais de ingresso na instituição militar. 

Com a promessa de um concurso para 2 mil policiais, conforme anunciado pelo Comandante Geral da corporação, Coronel PM Dancleiton, a Polícia Militar do RN também sofre com o afastamento de policiais por motivos de saúde e à disposição de outros órgãos, os quais, juntos, somam aproximadamente mil homens. 

Sem a reposição do efetivo, se a média continuar nesse patamar de 1 policial/dia, ao final do ano de 2016 a Polícia Militar terá mais de 360 policiais militares a menos no seu efetivo.

GLAUCIA PAIVA / PORTAL BO

Nenhum comentário:

Postar um comentário