sábado, 20 de fevereiro de 2016

Operação "Chuva de Verão" desmantela organização criminosa com atuação em Caraúbas e Região.


Polícia Civil, com apoio dos Policiais Militares lotados na Terceira Companhia do Decimo Segundo Batalhão, deflagra em Caraúbas, na madrugada do dia 19 de fevereiro a Operação "Chuva de verão", resultando na prisão de 04 pessoas suspeitas pelos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico, organização criminosa e posse ilegal de arma de fogo. Duas armas e várias munições foram apreendidas. 

A operação contou com a participação das equipes de Policiais Civis das Delegacias de Polícia de Caraúbas, Patu, Umarizal e Campo Grande, sendo Coordenada pelos Delegados de Polícia, Erick Gomes, Luciano Augusto e Paulo Nilo, bem como dos diversos policiais militares locais, sendo ao total 20 homens entre civis e militares. 

Augusto Sergio da Silva Jorge “Rapadura” de 24 anos de idade, Guilherme Murilo da Silva de 21 e Francisco Evanaldo Gomes da Silva “Ninil” de 29, foram identificados e presos durante a operação. Ninil já se encontrava preso na Cadeia Pública de Nova Cruz, 

Com esse trabalho desenvolvido pela Polícia Judiciária visa-se reduzir ainda mais os índices de criminalidade na região. Segundo o Delegado a organização criminosa era composta por traficantes e ladrões, sendo que um deles, “Evanaldo” já se encontra preso há anos e atualmente controlava as atividades de dentro da Cadeia Pública de Nova Cruz. 

De dentro do presidio, segundo as investigações, ele mandava por matar, roubar ouro, comprar armas e munições, além de vender muita droga na cidade, através de telefonemas e mensagens via WhatsApp. 

Os outros, “Augusto Sergio e Guilherme” igualmente, são ex presidiários pelos crimes de roubo qualificado e tráfico de entorpecente, mas estavam em liberdade condicional. 

As investigações comprovaram que a quadrilha se formou quando todos estavam presos no Centro de Detenção Provisória de Caraúbas e juntos no mesmo pavilhão, há cerca de alguns meses atrás.


Todo material foi enviado pela assessoria da Policia Civil de Caraúbas para O Câmera

Nenhum comentário:

Postar um comentário