sábado, 13 de fevereiro de 2016

Presos do regime semiaberto de unidades prisionais do RN passarão a ser monitorados por tornozeleiras eletrônicas


A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) adquiriu 500 tornozeleiras eletrônicas que serão usadas por detentos das Unidades Prisionais do Rio Grande do Norte, a partir da próxima segunda feira 15 de fevereiro. 

O Sistema de Monitoramento à distancia será implantado inicialmente em Natal, onde 60 mulheres, presas na ala feminina do Complexo Penal Dr. João Chaves, na Zona Norte da capital, serão as primeiras do sistema penitenciário potiguar a usarem as chamadas tornozeleiras eletrônicas. 

Os equipamentos serão instalados em 440 homens e 60 mulheres do regime semiaberto. Os que forem usar, deixarão de se apresentar às unidades de detenção e deverão ficar em suas casas, todos os dias, no período de 20:00 hs às 05:00hs. 

Nos domingos e feriados, o preso com a tonozeleira tem que ficar em sua residência o dia inteiro”, explicou o juiz Henrique Baltazar Vilar dos Santos, titular da Vara de Execuções Penais de Natal. 

Ainda de acordo com o magistrado, caso o detento não esteja em casa no horário estabelecido, a tornozeleira vai emitir um sinal sonoro e outro luminoso alertando o preso para que ele compareça ao Complexo Penal Dr. João Chaves e justifique a infração. 

Caso contrário, a polícia será acionada e o preso dever ser detido e conduzido de volta à prisão. Neste caso, ele perde o direito ao semiaberto e regride para o regime fechado. 

Após ser instalado na Capital, o sistema de monitoramento a distância, através de Tornozeleiras eletrônicas deverá ser estendido as demais Unidades Prisionais do estado.

G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário