segunda-feira, 28 de março de 2016

Acusado de estupros coletivos em Natal foge da cadeia

Alexsandro Faustino do Nascimento fugiu do CDP de Parnamirim. Ele foi preso em agosto de 2015 após ser reconhecido por vítimas de estupro.

Do G1 RN
Alexsandro Faustino do Nascimento fugiu da prisão na última sexta-feira (25) (Foto: Divulgação/Coape)

O homem acusado de ter estuprado três mulheres de julho a agosto de 2015 em Natal fugiu da prisão na última sexta-feira (25). Alexsandro Faustino do Nascimento estava preso no Centro de Detenção Provisória de Parnamirim. Ele foi reconhecido pelas vítimas na época da prisão e confessou o crime. Alexsandro pulou o muro da unidade prisional e fugiu apenas de cueca, segundo o coordenador de Administração Penitenciária, Zemilton Silva. Com esta fuga, chega a 132 o número de detentos que conseguiram escapar do sistema prisional potiguar somente este ano.

Os estupros coletivos aconteceram entre os dias 17 de julho e 15 de agosto de 2015. Além de Alexsandro, outros dois adolescentes foram reconhecidos pelas vítimas por terem participado do crime. Na época da prisão a polícia encontrou pertences das vítimas na casa de Alexsandro.

Quem tiver informações sobre Alexsandro Faustino deve ligar para 181 ou 190.

Estupros
O primeiro caso de estupro coletivo ocorrido no San Vale foi registrado no dia 17 de julho de 2015. Um casal em uma motocicleta foi abordado por suspeitos que pararam o veículo após jogarem um pedaço de madeira na pista.

As vítimas foram rendidas e levadas para um matagal, onde aconteceu o abuso. Os suspeitos do crime fugiram na motocicleta do casal e em um cavalo. No dia seguinte, a Polícia Civil divulgou o retrato falado de um dos suspeitos, feito com base no depoimento da vítima.

O segundo caso, também ocorrido no conjunto San Vale, foi no dia 8 de agosto de 2015. De acordo com a PM, três homens fizeram uma armadilha com arame farpado para parar um motociclista que levava uma mulher na garupa. Os bandidos colocaram o arame estirado de um poste até uma árvore, atravessando a pista. O rapaz que conduzia a moto não viu o arame e foi atingido no peito. Ele acabou perdendo o controle do veículo e o casal caiu.

Em seguida, o homem e a mulher foram arrastados para dentro de uma região de mata fechada. O jovem foi agredido e a garota, violentada. Neste caso, a mulher identificou um dos agressores como sendo o mesmo do retrato falado divulgado pela Polícia Civil.

O terceiro caso de estupro aconteceu no dia 15 de agosto de 2015 em uma estrada de terra que liga os bairros de Felipe Camarão e Planalto. A vítima, uma jovem de 18 anos, foi levada para um matagal e abusada sexualmente por três homens. Segundo a Polícia Militar, a jovem estava acompanhada do namorado em uma motocicleta quando os criminosos surpreenderam o casal. Em meio ao matagal, o homem foi amarrado. Na fuga, os estupradores levaram a moto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário