sábado, 12 de março de 2016

Assassino confesso, pedreiro inocentou suspeita de participar da morte da própria mãe


O Juiz da Comarca de Macaíba decidiu soltar Taliane Lourenço, 22, suspeita de mandar a própria mãe em Macaíba. 
Ontem (10), na audiência de instrução do caso, o pedreiro Geraldo José, assassino confesso, inocentou Taliane. 
Em seu depoimento, o pedreiro disse que tinha uma rixa com Taliane, pois ele recebeu como pagamento dos serviços prestados a Normalice, 41, [vítima do pedreiro], um som que seria de Taliane, e isso gerou um discussão entre ele e a filha da dona de casa assassinada. Com raiva, ele resolveu dizer a Polícia que ela tinha mandado matar a própria mãe. 
Em entrevista ao RN TV 2° edição de ontem, o advogado de Taliane, João Maria Pegado, disse que foi um verdadeiro senso de dever cumprido, pois foi feito justiça. 
Taliane passou 6 meses presa. O Crime ocorreu em junho do ano passado. 
Sua defesa entrará com uma ação para reparação de danos contra o estado. “Foi o estado que causou toda essa injustiça”, enfatizou o Advogado.

CONNECTTV

Nenhum comentário:

Postar um comentário