terça-feira, 22 de março de 2016

Presos são acusados de estupro contra colegas de Pavilhão na Cadeia Pública em Mossoró

Presos negam estupros, mas assumem que houve agressão física e moral

Um caso não muito comum na área policial, aconteceu na manhã desta segunda feira 21 de março de 2016. Seis presos provisórios da Cadeia Pública de Mossoró, foram conduzidos à 2ª Delegacia de Polícia Civil, acusados de estupro contra dois detentos dentro de cela daquela Unidade Prisional. 

O caso chegou ao conhecimento da direção do presídio na manhã de hoje e logo foram tomadas as providências de encaminhá-los a Polícia Judiciária para procedimento. 

O diretor da Unidade Prisional, José Fernandes,informou que as supostas vítimas lhe procuraram e relataram que antes de serem estupradas foram obrigadas a vestir roupas íntimas. Alem da violência sexual,os dois detentos também sofreram agressão física. 

Na presença do Dr. Caetano Balmam, delegado titular da Segunda Distrital,os presos negaram a prática de estupro, mas confirmaram que houve agressão física e que obrigaram os dois a usarem roupas íntimas. 

Os dois presos vítimas do abuso sexual, foram encaminhados ao Itep para exames de corpo delito. Os acusados foram autuados por estupro, são eles: Diego Soares de Souza, Tiago Lima Pereira,Antônio Marcos Soares Nogueira, Alexandre da Silva, Magno Kennedy Ferreira da Silva e Marcos Emanuel Moreira Almeida.

Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário