terça-feira, 5 de abril de 2016

Com chuva, solo encharca e túnel aberto por presos desaba em Alcaçuz

Penitenciária de Alcaçuz é o maior presídio do Rio Grande do Norte. Escavação, aberta a partir do pavilhão 4, cedeu neste domingo (3).

Anderson Barbosa Do G1 RN
Com o solo encharcado, túnel aberto pelos detentos do pavilhão 4 cedeu e a escavação desmoronou (Foto: G1/RN)

As chuvas que caíram neste final de semana ajudaram a evitar uma nova fuga na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior presídio do Rio Grande do Norte. Com o solo encharcado, um túnel aberto pelos detentos do pavilhão 4 cedeu e a escavação desmoronou. Até o momento não há informações de nenhum preso soterrado, mas agentes do Grupo de Operações Especiais farão uma recontagem ainda nesta segunda-feira (4).

Zemilton Pinheiro da Silva, diretor da Coordenadoria de Administração Penitenciária (Coape), disse ao G1 que a revista que será feita pelo GOE também pode revelar se o túnel foi aberto recentemente ou se é uma escavação antiga. A parte que cedeu, ainda de acordo com ele, fica perto do pavilhão 5, como é chamado o Presídio Rogério Coutinho Madruga, unidade anexa a Alcaçuz. “A escavação seguia em direção ao muro”, acrescentou.

Alcaçuz fica em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal. Tem capacidade para 620 internos, mas atualmente abriga 1.100 detentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário