quarta-feira, 27 de abril de 2016

Homem suspeito de matar a mulher no bairro Sumaré se apresenta à Polícia Civil e diz que tiro foi acidental

Erinaldo Nogueira suspeito de matar a mulher se apresenta à Polícia Civil ( foto o câmera)

O pedreiro Erinaldo Nogueira de Lucena, de 34 anos, apontado como o principal suspeito de ter matado a sua mulher com um tiro na testa, a doméstica Francisca Edna da Silva de 28 anos, se apresentou à Polícia Civil onde prestou depoimento sobre o crime, ocorrido na madrugada da última sexta feira 22 de abril, no bairro Sumaré em Mossoró.

Erinaldo temendo uma caçada brusca por porte dos Agentes da Delegacia de Homicídio, resolveu se apresentar. Ele compareceu na Delegacia de Plantão, no último domingo (24) acompanhado de um advogado.

Em seu depoimento, segundo a PC, Erinaldo disse ao Bacharel Roberto Moura, delegado de Plantão, que não teve a intensão de matar sua companheira e que a arma disparou acidentalmente.

Ele ressaltou que estava deitado na cama com a arma ao lado e sua esposa tentou pegá-la possivelmente para guardar, mas o revolver acabou disparando e atingindo a mesma na cabeça.

O Inquérito Policial já está na Delegacia de Homicídios (DEHOM) e segundo o Dr. Antônio Augusto Ferreira, delegado responsável pela investigação do caso, o mesmo deverá ser remetido à justiça ainda esta semana.

O bacharel disse ainda que vai solicitar a prisão preventiva de Erinaldo Nogueira, porque, baseado em depoimentos de testemunhas, há indícios de que ele tinha a intensão de matar sua mulher.

A arma usada no crime, um revolver calibre 38, com a numeração raspada, foi apreendido pela Polícia Militar e encaminhada ao ITEP`onde para ser periciada. 

Francisca Edna for morta no quarto da casa com um tiro na testa
Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário