terça-feira, 3 de maio de 2016

Preso é assassinado a facadas dentro da Cadeia Pública de Natal

Detento foi morto dentro de uma cela de isolamento. Este é o 10º preso morto dentro do sistema penitenciário estadual este ano. 

Um preso foi assassinado a facadas dentro do Presídio Provisório Professor Raimundo Nonato Fernandes, também chamado de Cadeia Pública de Natal, na Zona Norte da cidade. De acordo com a direção da unidade, o detento foi morto dentro de uma cela de isolamento, onde ficam detentos que são ameaçados de morte. O corpo foi encontrado na manhã desta segunda-feira (2). Este é o 10º preso morto dentro do sistema penitenciário potiguar somente este ano. 

Segundo Dinorá Simas, diretora da cadeia, os agentes penitenciários ouviram barulhos por volta das 22h deste domingo (1º). Janilson Pereira do Carvalho, de 38 anos, estava dentro de uma cela de isolamento com três detentos quando outros presos vieram de outras celas, arrombaram o cadeado e mataram Janilson a facadas. 

Segunda morte em 24 horas 

Ainda na madrugada do domingo (1º), um preso foi encontrado morto dentro da carceragem do setor de triagem do Complexo Penal Dr. João Chaves, que também fica na Zona Norte de Natal. Segundo a direção da unidade, 30 presos estavam na cela. O detento foi identificado apenas como Fabiano de Araújo. “Chamamos a polícia e o Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep), que é quem realmente pode confirmar o que aconteceu, se foi suicídio ou se o detento foi assassinado”, ressaltou Eider Brito, diretor do presídio. 

2015 

Ano passado, 28 homens morreram dentro de unidades carcerárias do RN. Deste total, 25 foram assassinados a facadas ou encontrados enforcados, mortos em condições suspeitas. Outros dois morreram soterrados após o desabamento de um túnel na Penitenciária Estadual de Alcaçuz. E, no início de 2015, um adolescente morreu ao ser baleado em uma unidade para cumprimento de medida socioeducativa durante uma tentativa de resgate no Ceduc de Caicó. Os números são da Coordenadoria de Análises Criminais da Secretaria Estadual de Segurança Pública.

Portal G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário