terça-feira, 24 de maio de 2016

Um dos envolvidos na morte de Policial Militar durante assalto em Mossoró é preso pela PRF no estado de Alagoas


Um dos envolvidos na morte do policial Militar, Wildney Alves de Andrade 33 anos que servia na Cavalaria do 2º BPM, morto após reagir a um assalto, no dia 21 de março deste ano no centro de Mossoró RN, foi preso neste final de semana, pela Polícia Rodoviária Federal no estado de Alagoas.

Luan Rodrigues Fernandes de Arruda ,23 anos, foi preso durante uma barreira da PRF, na noite do último sábado 21 de maio, por volta das 19 horas, no município alagoano de São Sebastião.

Segundo informações, os Policiais Rodoviários Federais fiscalizavam na BR 101, em São Sebastião, quando abordaram um veículo tipo Celta de cor prata com placas de São Cristovão/SE, com quatro ocupantes .

Após consultas, verificou-se que havia um Mandado de Prisão Preventiva em aberto expedido pela 3° Vara Criminal da Comarca de Mossoró RN,contra Luan Rodrigues, pelo crime de latrocínio.

De acordo com a PRF, Luan Rodrigues já foi preso também por crimes como homicídio, roubos, embriaguez ao volante, receptação de veículo e tráfico de drogas.

Após ser preso o mesmo foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Penedo, devendo ser transferido ao Presídio de Arapiraca a qualquer momento, onde ficará a disposição da Justiça do Rio Grande do Norte.

O motorista do veículo abordado também tinha passagens pela polícia pelos crimes de tráfico de drogas, homicídio, ocultação de cadáver e falsidade ideológica, mas como não havia mandado de prisão contra ele, foi liberado

O outro envolvido no assalto que terminou com a morte do Policial Militar, o irmão de Luan, Lucas Gradestone Fernandes Rodrigues de Arruda, continua foragido.

Policial Militar (Detalhe) morreu após reagir a um assalto a um cartório em Mossoró RN
Fim da LInha com informações PRF/Alagoas

Nenhum comentário:

Postar um comentário