quarta-feira, 29 de junho de 2016

Mossoró=Jovem é morto a tiros na frente de casa no Santa Helena

Vítima




Depois de cinco dias sem registro de homicídio em Mossoró, a cidade volta a conviver com a violência, onde mais uma pessoa é assassinada por disparos de arma de de fogo. 

O crime aconteceu por volta das 19h30min desta noite de terça feira 28 de junho de 2016 na Rua José Melo de Souza no loteamento Santa Helena. 

A Vitima identificada como João Lucas da Silva Queiroz, 22 anos, natural de Mossoró, trabalhava em uma madeireira próximo ao Vuco Vuco, foi morto com com três tiros de pistola em frente de sua residência. 

Segundo informações de familiares a vítima tinha acabado de acender a fogueira e estava sentada em um sofá na frente de sua casa quando dois homens chegaram em uma moto, chamaram pelo seu nome e quando o mesmo veio ao encontro da dupla e que se aproximou foi alvejado e morto. 

Devido a escuridão no local os suspeitos fugiram e não foram identificados. A familia relatou para a polícia, que João Lucas, não tinha envolvimento com o mundo do crime e nunca foi preso. 

A Esposa dele disse que seu marido não tinha envolvimento com coisas erradas e trabalhava em uma madeireira localizada nas proximidade do Vuco-Vuco. Ela disse que não sabe a que atribuir a morte de seu esposo. 

A Polícia Militar isolou o local do crime, até a chegada das equipes da Delegacia de Plantão e do Instituto Técnico de Perícia (ITEP). Os trabalhos de perícia foram realizados no local e depois de sua conclusão o corpo do jovem foi removido para ser examinado na Unidade Regional do órgão. 

O perito criminal, Marconi Ferreira,informou que a vítima foi atingida com três tiros de pistola, os quais atingiram a região da cabeça e tórax sem qualquer chance de sobrevivência. 

O delegado de Plantão Dr. Evandro e os agentes Polari e Carmelita, estiveram no local colhendo informações que serão repassadas em relatório à Delegacia de Homicídios, que vai investigar o caso.

Este foi o homicídios de número 127 e que vai entrar para as estatísticas da violência na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte.

Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário