quinta-feira, 23 de junho de 2016

Policiais e Agentes de segurança pública protestam contra operação da Força Nacional em Mossoró


Policiais mortos esse ano


Policiais militares, representantes de sindicatos, vereadores, agentes de segurança pública, se reuniram na tarde desta quarta feira 22 junho 2016, no Alto de São Manoel em frente ao Arte da Terra e seguiram em direção ao centro da cidade, onde na Praça do Pax realizaram um protesto contra a forma que a Força Nacional tratou os policiais militares no início da manhã de hoje.
Segundo Tony Presidente da Associação de Praças e Soldados , o protesto não é contra a investigação, mas sim contra a forma que ela foi conduzida, uma vez, segundo ele que todos os seis policiais investigados em Mossoró, cumprem escalas normais de serviços, tem residências fixas e isso seria desnecessário. 
Para ele bastaria apenas notificar cada um e ouvir no próprio batalhão, a qual cada um pertence e pronto. Já Bião Agente Penitenciário, enfatizou nunca ter visto operação assim para prender bandido, usando helicóptero usando mais de cem homens para prender seis. 
"Já vi operação para prender trabalhadores, vendedores de cd/dvd piratas, criadores de passarinhos, não que esteja certo, pois a lei é pra ser cumprida, mas tratar nossos policiais que honram suas fardas, como vagabundos? policiais que dedicam, e doam suas vidas para salvar a vida de gente que nem eles conhecem? finalizou Bião. 
Alguns praças pediram a palavra e indignados se mostraram revoltados com tudo. "Eles são apenas investigados, nada está comprovado, temos a certeza que todos serão absolvidos, disse outro segurando cartazes de dois policiais mortos recentemente na cidade. " Por quê a Força Nacional não investiga os crimes contra nossos policiais? Por quê a Força Nacional não investiga o próprio Governo do Estado que tem a obrigação de dá o mínimo de condições de trabalhos aos praças? Onde está indo as verbas destinadas a Segurança Pública do Estado? Viaturas muitas vezes paradas, sem ter cota de combustível, pneus carecas, sem condições de ir pras ruas etc... Foram gritos de revoltas ouvidos na manifestação por alguns.

PASSANDO NA HORA

Nenhum comentário:

Postar um comentário