segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Mossoró=Jovem é executado em via pública com mais de 20 tiros de pistola na Favela do Fio



Depois de oito dias sem assassinatos a cidade de Mossoró na região Oeste do Rio Grande do Norte, voltou a registrar morte violenta provocada por disparos de arma de fogo. 

O crime aconteceu no final da noite, por volta das 23h30min deste domingo 21 de agosto de 2016, na Rua José Malaquias de Oliveira, na Favela do Fio. 

A vítima, um jovem de 19 anos de idade, identificado como José Alcimar Martins de Paiva,"Chilito" que morava próximo a Praça do Abolição IV. Ele foi executado em via pública com cerce de 20 tiros de Pistola calibre 380. 

Os disparos, segundo o perito criminal, Dr. Otávio Domingos, atingiram várias partes do corpo do jovem, principalmente a região da cabeça. No local foram recolhidas mais de 20 capsulas de pistolas que ficaram espalhadas pelo chão. 

O pai do rapaz esteve no local acompanhando os trabalhos da perícia criminal e falou com o Delegado de Plantão Dr. Roberto Moura. Ele afirmou que seu filho já havia sido preso e que a morte dele não foi surpresa, pois ele esperava a qualquer momento receber uma notícia de que mataram seu filho. 

Moradores da Favela informaram à Polícia que ouviram muitos disparos e gritos, mas que não tiveram coragem de sair das casas para ver o que estava acontecendo. Ninguém comentou quantos homens estavam atirando nem que tipo veículo eles chegaram. 

O Jovem morto não estava sozinho, segundo a polícia e no local próximo ao corpo havia um par de sandálias que não eram da vítima. A Polícia acredita que outra pessoa que estava com Chilito tenha saído baleada. 

O corpo de José Alcimar, foi removido para a sede do ITEP onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento. O caso vai ser investigado pela Delegacia de Homicídios (DEHOM).



Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário