terça-feira, 27 de setembro de 2016

FORAM ELES? APÓS PRISÃO DE POLICIAIS, ÍNDICE DE HOMICÍDIOS EM MOSSORÓ CONTINUA CRESCENDO.



Como se não bastasse a falta de investimento por parte do Governo, que de uma certa forma está virando as costas para a segurança, saúde e educação em todo nosso estado, a cidade de Mossoró passou em junho deste ano, por um fato que chamou atenção de toda população, onde em uma Mega Operação da Força Nacional, com uso de Helicóptero, mais de 120 homens para prender cinco policiais acusados de estarem praticando crimes em Mossoró (Relembre).
Um verdadeiro absurdo uma vez que os policiais citados, davam seus expedientes normalmente, cumprindo suas escalas normal, com residência fixa, era tão somente aguardá-los em seus respectivos batalhões e conduzirem. Porém acharam melhor tratá-los de forma bruta, arrombando suas casas etc... 
Os números de homicídios em Mossoró por outro lado, mostram até hoje que na realidade crimes cometidos, se devem ao fato na maioria dos casos ao tráfico de drogas, acerto de contas, briga entre facções rivais e outros. 
No mesmo período do ano passado levando em consideração a data que os policiais foram presos 22 junho 2015 à 26 setembro 2015, Mossoró contabilizou a marca de 48 mortes fechando o ano com uma marca de 162 mortes violentas. Já em 2016, de 22 junho 2016 data em que eles foram presos até hoje, a cidade já contabiliza a marca de 47 mortes violentas, contando com o latrocínio no dia de hoje no bairro Boa Vista. 
Ou seja uma diferença de apenas uma morte em relação ao mesmo período de 2015. Conversando com alguns delegados, e agentes de polícia civil na cidade, eles relatam que existem casos de homicídios, que a própria família dos mortos não sabem a quem atribuir. Exitem casos que a vítima tem tantos inimigos que a família não sabe ao certo quem matou. 
Tem outros casos que a vítima morre por motivo fútil, assim como dívida por tráfico e brigas por ponto de vendas, e por que não falar inimigos de torcidas organizadas, e facções rivais. Seria bom uma reflexão para que a justiça seja feita e esses policiais sejam absolvidos.

Passando na Hora

Nenhum comentário:

Postar um comentário