sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Homicídio no CDP é esclarecido pela Polícia civil e SISPEN, em Pau dos Ferros/RN.


Equipe da Polícia Civil de Pau dos Ferros, sob o comando do Delegado Inácio Rodrigues, e com o apoio de Agentes Penitenciários, esclareceram na manhã desta quinta-feira(01), o homicídio praticado contra o apenado Daniel Felix da Silva, o " Boca Azul", ocorrido na última segunda-feira(29), no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pau dos Ferros. 

A vitima foi encontrada sem vida pendurado por uma corda no pescoço no patio da unidade durante o banho de sol. O ITEP foi chamado, e ainda na perícia de local de crime o perito Jader Viana desconfiou que a cena, montada pra indicar um suicídio, na verdade poderia ser um homicídio. 

A desconfiança do perito foi confirmada durante a necropsia, pois segundo o médico legista o corpo possuía lesões incompatíveis com suicídio. Considerando a ocorrência do crime e o silêncio dos presos, a Sejuc determinou a suspensão de qualquer tipo de regalia não prevista como obrigatória na Lei de execuções penais, o que resultou na retirada de todos os objetos da celas. Diante da pressão dos presos inocentes atingidos pelas medidas, Allander Caique Vieira Carvalho e Carlos Yago Melo de Araujo resolveram confessar a autoria. Segundo eles o crime se deu em razão da vitima ter tentado estuprar, em Natal, a companheira de Carlos Yago, mas também em razão de "Boca Azul " ser da facção Sindicato do RN, enquanto eles são do PCC. Segundo o Delegado Inácio Rodrigues a cooperação do sistema penitenciário foi fundamental pro esclarecimento dos fatos. " A orientação da Direção da Polícia Civil é priorizar a investigação de homicídio, inclusive aqueles ocorridos no interior de unidades prisionais", concluiu o Delegado. 

O Inquérito foi instaurado e será remetido a Justiça. 

Cidadão 190

Nenhum comentário:

Postar um comentário