sábado, 10 de setembro de 2016

Mossoró=Frentista é assassinado quando chegava em casa do trabalho





A cidade de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte, registrou por volta das 21h16min desta noite de sexta feira 09 de setembro de 2016, mais uma morte violenta provocada por disparos de arma de fogo. 

Crime aconteceu em via pública na Rua José Ribamar no bairro Aeroporto II (Macarrão), onde a vítima identificada como Francisco Fransueldo da Silva conhecido como "Sueldo" 26 anos, foi assassinado quando chegava em casa vindo do trabalho. 

Segundo informações repassadas por testemunhas à Polícia Militar, Sueldo trabalhava como frentista no Posto de combustíveis 30 de setembro do bairro Belo Horizonte e ao chegar em casa, ocupando uma moto Pop preta e antes de entrar na sua residência foi surpreendido por dois desconhecidos que chegaram em uma moto Pop e efetuaram vários disparos em sua direção. 

Segundo o perito criminal Jader Viana, a vítima foi atingida com cerca de nove tiros de pistola calibre 380, a maior parte em locais letais, sem qualquer chances de defesa. 

O crime chocou os moradores da região, uma vez que a vítima, segundo populares era um trabalhador e não tinha envolvimento com ações criminosas 

A Polícia desconhece até o momento a motivação do crime e os possíveis executores, mas acredita que Sueldo tenha sido morto por engano. Sueldo tinha deixado o seu carro em casa e foi trabalhar na moto de um irmão e quando voltava pra casa acabou perdendo a vida de forma brutal.

Após ser isolado pela Polícia Militar, o corpo do frentista foi removido para a sede do Intituto Técnico de Perícia (ITEP), onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento. 

Com a morte do Frentista Francisco Fransueldo, Mossoró chega aos 160 homicídios no ano de 2016. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário