terça-feira, 27 de setembro de 2016

Polícia registra nesta segunda feira três homicídios na região do Alto Oeste Potiguar. Entre as vítimas um Vereador.

Subtenente Manoel Clementino foi baleado e morreu no Hospital


A região do Alto Oeste do Rio Grande do Norte, viveu nesta segunda feira 26 de setembro, um dia violento com registro de três homicídios provocados por disparos de arma de fogo. 

Os crimes aconteceram nas cidades de Alexandria, Antônio Martins e Serrinha dos Pintos com pelo menos seis pessoas baleadas e três delas morreram em consequências dos tiros. 

*Na cidade de Alexandria, Valderí Batista de Oliveira de 57 anos foi assassinado com vários tiros. O crime, segundo a PM aconteceu por volta das 18h20min, na residência de uma irmã dele, localizada na Rua Tereza de Andrade Sarmento, no bairro Alto da Boa Vista. 

De acordo com a Polícia uma Hilux de cor preta foi vista saindo do local, após os disparos em alta velocidade. Valderí Batista era irmão do vereador, Valdeci Batista de Oliveira, executado a tiros juntamente com o filho Francisco Batista de Assis de Sousa,no dia 16 de agosto passado. 

Valderí ainda chegou a ser socorrido para o Hospital Maternidade de Alexandria, mas não resistiu e morreu ao dar entrada naquela unidade hospitalar. 

*Em Antônio Martins a pessoa conhecida por Eduardo de Neném de Lôlô de 28 anos de idade foi executado com mais de 10 tiros de pistola calibre 380 dentro de sua residência. 

*Em Serrinha dos Pintos, quatro pessoas foram baleadas durante uma movimentação Política naquele município e entre os feridos está o Subtenente da PM aposentado, Manoel Clementino do Carmo, que era vereador na cidade e tentava a reeleição. 

O subtenente ainda foi socorrido para o Hospital de Pau dos Ferros mas resistiu aos ferimentos e morreu na sala de cirurgia daquela unidade hospitalar. 

Outra pessoa conhecida como Luciano,baleado durante o tiroteio está internado no Hospital. Outras duas pessoas também foram atingidas mas sem gravidade. Até o momento nenhum suspeito de envolvimento nos ataques foi preso.


Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário