sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Suspeito aponta cova e polícia acha corpo de auditor da Riachuelo desaparecido

Corpo foi encontrado nesta quarta-feira (14) na zona rural de Taipu. Dinarte Bezerra, de 36 anos, desapareceu no dia 21 de agosto em Mossoró. 


A Polícia Civil localizou, na noite desta quarta-feira (14), o corpo do auditor fiscal Dinarte Bezerra, de 36 anos, desaparecido desde o dia 21 de agosto, quando viajou a trabalho para Mossoró, na região Oeste do estado. Segundo o delegado Luiz Fernando, responsável pelo caso, o suspeito indicou o local onde o corpo estava enterrado na zona rural de Taipu, município localizado a 50 quilômetros de Natal. 

Ao G1, o delegado informou que Dayvson André, de 23 anos, apontou o local da cova. "Como o prazo da prisão temporária estava acabando, uma psicóloga começou a conversar com o suspeito. Depois de três dias, ele acabou confessando", disse o delegado. Dayvson havia sido preso em Parnamirim com os cartões de crédito da vítima. "Ele usou em lojas e até para pagar um tratamento odontológico", afirmou. O delegado solicitou a conversão da prisão temporária em preventiva. 

Auditor fiscal de uma rede de lojas de departamento, Dinarte Berreza foi visto pela última vez saindo de um hotel em Mossoró na madrugada do domingo, dia 21 de agosto. Ele morava com a família em Natal, mas estava na cidade do Oeste potiguar a trabalho. O carro de Dinarte foi encontrado quatro dias depois do desaparecimento na cidade de Bento Fernandes, a 200 quilômetros de Mossoró.

Dayvson André, de 23 anos, apontou o local onde o corpo estava enterrado (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário