sexta-feira, 7 de outubro de 2016

DENARC apreende drogas, arma, munições e prende dois suspeitos de tráfico de drogas durante operação no BH

Leandro Silva e Josafá Marinho autuados na DENARC por tráfico e associação para o tráfico.

Uma operação realizada pela Delegacia Especializada de Combate ao Narcotráfico (DENARC) , na manhã desta Quinta feira, 06 de outubro, na Rua Josefa Torquatro no bairro Belo Horizonte , culminou com apreensão de drogas, arma de fogo, Rádios Comunicadores e munições de diversos calibres. 

Segundo o delegado da especializada, Antônio Teixeira Júnior, a cerca de 15 dias, que sua equipe monitorava a residência naquela localidade, haja visto que muitas denuncias sobre tráfico de drogas, chegavam na DENARC. 

Na manhã desta quinta feira (06), a equipe resolveu fazer campana para prender os suspeitos de traficarem drogas no local. 

A ação policial foi exitosa e conseguiu apreender um vasto material ilícito e preder dois suspeitos de envolvimento em ações criminosas na região do BH. 

Foram presos, Leandro Silva de Abreu "Garajau" de 20 anos, acusado de um homicídios e duas tentativas e que está com mandado de prisão em aberto, e Josafa Marinho de Medeiros. Garajau, tentou furar o bloqueio policial e acabou baleado durante a ação da Denarc. 

Os policiais apreenderam, um revólver calibre 38,várias munições calibres diversos, inclusive calibre 12, balança de precisão, maconha , crack, e duas motocicletas . 

Josafá foi encaminhado à DENARC e Garajau, após liberado do Hospital também foi conduzido aquela especializada para realização do flagrante delito. 

Com a conclusão do flagrante, Josafá Marinho, autuado no artigo 33 trráfico de drogas e 35 associação para o trafico, foi conduzido à Cadeia Pública. Já Garajau, foi transferido para a Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), onde será ouvido pelo delegado Rafael Arraes, e depois conduzido a Cadeia Pública. 

Garajau está com mandado de prisão em aberto expedido pela Justiça da comarca de Mossoró, por ter tentado matar no dia 02 de fevereiro de 2015, por volta das 19h30min, na rua Genário Cerqueira, Matheus Fernandes de Oliveira. 

Segundo o titular da DHPP, Dr. Rafael Arraes, Leandro Silva de Abreu, o Garajau também é acusado de matar, Francisco Mendes Almeida Júnior e balear o policial militar Jocildo Fábio Gonçalves da Silva. no dia 21 de setembro passado durante uma carreata política.



Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário