quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Quatro policiais militares foram mortos em 2016 no RN

Três dos casos de forma reativa e um o agente estava exercendo a função de serviço

Quatro policiais militares do Rio Grande do Norte foram mortos no ano de 2016 exercendo a função ou de maneira reativa, quando o agente é vitima em decorrência de ser policial. Os dados são do Observatório da Violência no Estado. Eles mostram também que em cinco anos houve um aumento considerável no número de mortes de agentes da área de segurança.

De acordo com o OBVIO de 2012 a 2016 55 profissionais da segurança pública perderam a vida em situações diversas entre eles policiais civis, militares, federais e guardas municipais. Na maior parte dos casos os autores dos crimes não foram presos nem identificados após as investigações.

O estudioso e pesquisador Ivênio Hermes acredita que o aumento da violência contra a categoria está relacionada a falta de investimentos e o baixo efetivo principalmente nas Policias Militar e Civil que encaram de forma mais imediata as ocorrências. " As policiais estão sacrificadas e vulneráveis ao avanço do crime e diante dessa realidade é preciso que ocorra de forma urgente um comportamento mais comprometido por parte das autoridades", disse.

As entidades representativas das polícias também apontam as mesmas razões para o avanço da violência e criticam os governos por não viabilizarem políticas mais eficazes no combate ao crime.

Sérgio Costa Portal BO

Nenhum comentário:

Postar um comentário