quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Suspeitos de envolvimento em morte de comerciante são presos em operação da Polícia Civil no Alto da Pelonha





Veículo Sandero supostamente usado no homicídio contra Lôba da Cobal apreendido na operação(as placas são de um Gol)

Uma Operação realizada por policiais Civis da Divisão de Homicídio e Proteção a Pessoas (DHPP), Delegacia de Furtos e Roubos (DEFUR) e Divisão de Polícia do Oeste (DIVPOE) nesta manhã de terça feira 06 de dezembro, no Alto da Pelonha em Mossoró, resultou na prisão de suspeitos em homicídio e apreensão de armas, veículo roubado e um vasto material de ótica. 

As equipes receberam informações sobre o paradeiro dos outros suspeitos de participação no homicídio em que foi vítima a comerciante conhecida como Lôba da Cobal, ocorrido no último sábado (03) no bairro Paredões e que os mesmo estavam armados e com veículo roubado. 

Quando os policiais civis chegaram no local indicado, foram recebidos a bala. Houve revide e durante a troca de tiros um dos suspeitos acabou sendo baleado de raspão. 

A Polícia conseguiu dominar a situação e prender dois suspeitos. Durante as buscas na residência, foram encontrados uma escopeta calibre 12 de repetição, um revolver calibre 38, várias munições calibres 12 e 38, 950 gramas de maconha, vários óculos supostamente roubados de uma ótica, além de um instrumento usado pelos oftalmologistas em consultas de vista, um veículo Renault SANDERO STEPWAY de cor prata e placas MMZ-7001(placas de um Gol) com queixa de roubo e um Rádio Comunicador HT 

Foram presos na operação, Jonathan Maxuel de Souza Nunes (baleado de raspão na cabeça) de 24 anos de idade e Genikson Cassiano Medeiros de Melo 22 anos. 

Os dois foram encaminhados a Divisão de Homicídio, onde foram autuados por tentativa de homicídio contra policiais e porte ilegal de arma de fogo. Após os procedimentos na DHPP a dupla foi conduzida à Delegacia de Furtos e Roubos, para serem autuados por roubo e associação criminosa. 

Eles passaram pelo Itep para exame de corpo de delito e depois encaminhados a uma Unidade Prisonal do município onde ficarão a disposição da justiça. 

Com a prisão dos dois suspeitos no homicídio da comerciante Lôba da Cobal,o delegado da DHPP Dr. Rafael Arraes informou que o caso está esclarecido. 

Arraes ressaltou ainda que a polícia não tem dúvida da participação dos dois presos na manhã de hoje e os três que foram presos no sábado, dia homicídio, no assassinato da comerciante. 

O inquérito com autoria definida deverá ser encaminhado à justiça ainda esta semana, disse Rafael Arraes.

Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário