quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

DHPP indicia ex-mulher e namorado pela morte de empresário

Crime aconteceu em junho de 2016, em Ponta Negra.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa(DHPP) indiciou Martha Renatta Borsatto, 30 anos, viúva de Ademar Miranda Neto, e o namorado dela Antônio Ribeiro Neto pelo homicídio do empresário, ocorrido no dia 7 de junho de 2016, na Avenida Roberto Freire, localizada no bairro de Ponta Negra. De acordo com a investigação da DHPP, Martha Renatta foi a mentora intelectual do crime.

No dia 8 de dezembro, a polícia prendeu Martha por mandado de prisão temporária após investigação, a qual constatou que a viúva aliciava testemunhas a deporem a seu favor e oferecia advogado para as mesmas. Na residência de Martha, policiais apreenderam aparelhos eletrônicos e drogas em cumprimento a mandado de busca e apreensão. Além dela, também foi preso no dia 12 de janeiro por mandado de prisão temporária, seu atual namorado, Antônio Ribeiro Neto, por atrapalhar as investigações do crime contra o empresário.

Martha Renatta e Antônio Ribeiro Neto foram indiciados pelos crimes de homicídio e fraude processual. Além destes crimes, ela também foi indiciada pelos crimes de porte de drogas para consumo pessoal e corrupção de testemunha.

Nas imagens que estão sendo disponibilizadas pela Polícia Civil no link abaixo, é possível ver dois veículos onde estariam os suspeitos pelo homicídio. Pode-se notar os veículos, uma tracker preta e uma motocicleta circulando na Avenida Erivan França e passando em frente ao estabelecimento comercial onde Ademar estava. Logo depois é possível ver os veículos seguindo o carro de Ademar para a Avenida Roberto Freire, onde aconteceu o crime.

VEJA O VÍDEO:
Portal BO

Nenhum comentário:

Postar um comentário