terça-feira, 20 de junho de 2017

Mossoró=Processado por tráfico de drogas e homicídio é morto a tiros na Ilha de Santa Luzia


O crime aconteceu por volta das 21h35min desta segunda feira 19 de junho de 2017, na Rua Raimundo Rebouças Sobrinho, nas imediações do Posto de Saúde no bairro Ilha de Santa Luzia em Mossoró no Oeste do Rio Grande do Norte. 

A vítima identificada como Sadrake Caetano de Lima de 25 anos, morador do bairro Malvinas, foi alvejado com dois tiros, sendo um na nuca e outro no olho e morreu em via pública. 

Testemunhas relataram para a polícia, que dois homens em uma motocicleta de características não anotadas, se aproximaram da vítima, que caminhava em via pública e passaram a efetuar disparos de arma de fogo em sua direção. Mesmo baleada a vítima correu, mas foi perseguida e morta. 

Após o crime, os atiradores fugiram em sentido ignorado e não foram identificados. No site do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte há registros de dois processos contra Sadrake Caetano de Lima, sendo um pro tráfico de drogas (artigo 33) e outro por homicídio (artigo 121), mas estava em liberdade. VER PROCESSOS NO TJRN.

Sadrake era acusado de matar a tiros, Wedson Alves da Silva, conhecido popularmente como Xexéu,crime ocorrido no dia 10 de março de 2015. A vítima morreu no HRTM. (RELEMBRE)

Sadrake Caetano, também tinha passagem pela polícia, por porte ilegal de arma de fogo, mas passou pouco tempo na prisão. Ele era chamado de 7 vidas, pois já havia sofrido dois atentados a bala, sendo um em setembro de 2014 quando foi baleado nas Malvinas e em março de 2016, foi alvejado com seis tiros no bairro Santo Antônio e socorrido pelo Samu para o HRTM e sobreviveu aos dois atentados. (RELEMBRE)

O delegado de Plantão Dr. Christiano de Melo esteve no local com sua equipe, colhendo informações junto à familiares sobre o crime para repassar à DHPP que vai investigar o assassinato Sadrake. 

A equipe do ITEP realizou os procedimentos de perícia no local e depois recolheu o corpo para a sede do órgão onde vai ser necropsiado e depois liberado para sepultamento. 

Com mais um homicídio registrado em Mossoró, a cidade passa a contabilizar 121 assassinatos neste ano de 2017.

Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário