quinta-feira, 15 de junho de 2017

Popular é morto a tiros na calçada do Itep de Mossoró

Felipe Rodolfo da Silva de 30 anos foi a 116ª morte violenta em Mossoró em 2017

Depois de nove dias de uma aparente calma, Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte, volta a registrar mais uma morte violenta provocada por disparos de arma de fogo.

O crime aconteceu no início da tarde de hoje, 14 de junho, na calçada do Instituto de Medicina Legal da cidade.

Felipe Rodolfo da Silva, de 30 anos de idade, natural de Belo Horizonte Minas Gerais e residente na Rua Wenceslau Brás em Mossoró, foi executado com cerca de 06 disparos de pistola.

Segundo informações, Felipe teria ido ao local fazer exame residuográfico “destina-se a revelar, presença de micropartículas de chumbo nas mãos das pessoas que fizeram uso de arma de ou são suspeitas de tê-lo feito", que comprovariam ou não, sua participação num crime de latrocínio ocorrido, no último dia 03 de junho, quando Hiroito Gonçalves Falcão, Funcionário Público Estadual de 56 anos de idade, foi morto a tiros dentro de sua casa, na Rua Antônio Cirilino, no Abolição II, durante um assalto.

No momento que ele estacionava sua motocicleta, teria sido morto por dois elementos que também estavam numa moto.

A polícia não descarta a possibilidade de vingança ou queima de arquivo, mas não sabe ainda a quem atribuir a autoria do crime, que deverá ser investigado pela equipe da Divisão de homicídios de Mossoró.

O Câmera

Nenhum comentário:

Postar um comentário