quarta-feira, 19 de julho de 2017

Mossoró=Dois irmãos são executados a tiros de escopeta dentro de casa no Monte Olimpo



Duplo homicídio registrado por volta das 02h30min desta quarta feira 19 de julho de 2017, na Rua Erácles, no Conjunto Habitacional Monte Olimpo, localizado por trás da Base da Petrobrás, na região do Alto Sumaré em Mossoró no Oeste do Rio Grande do Norte.

Dois irmãos, identificados como Kaio Felipe Martins Andrade de 33 anos e Leandro Kaleby Martins Andrade de 15 anos foram executados com tiros de escopeta calibre 12 e pistola, dentro de casa.

De acordo com a Polícia Militar, os criminosos armados e encapuzados chegaram na casa e dizendo ser policiais, mandaram que a dona da casa abrisse a porta e como ela não obedeceu a ordem, os bandidos arrombaram o portão de entrada à bala, invadiram o imóvel e executaram os dois jovens com tiros na cabeça.

Após a execução os criminosos deixaram roupas de fardas de empresa, e saíram critando palavra de ordem " É o PCC, porra" e fugiram em um veículo não identificado.

A Mãe dos rapazes, que foi poupada pelos atiradores e nada sofreu, informou a Polícia que seu filho Kaio já havia sido preso, mas que estava em liberdade e trabalhando em uma eletrônica. O outro filho Leandro Kalebe era estudante e segundo ela não tinha envolvimento com ações ilícitas.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 03h30min, apoós receber ligações sobre os disparos, e quando chegou no local, encontrou os dois jovens mortos, mas os criminosos já não estavam mais no local. Os policiais realizaram o isolamento do local de crime.

O delegado da Polícia Civil de Plantão, Dr. Crhistiano de Melo, que esteve com sua equipe no local, disse que não tem dúvidas de que a execução dos dois jovens está relacionada com a guerra entre facções criminosas rivais,uma vez que Kaio Felipe quando esteve preso ficou no pavilhão do Sindicato do Crime.

Após os procedimentos da equipe do ITEP, os corpos dos jovens foram removidos para a sede do órgão onde serão necropsiados e depois liberados para sepultamento.

Já são 140 homicídios registrados em Mossoró, neste ano de 2017. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoas DHPP vai investigar os casos.




Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário