sexta-feira, 18 de agosto de 2017

PRF prende dupla e apreende 101 comprimidos de rebite na Grande Natal

Caso aconteceu durante uma fiscalização em São José de Mipibu/RN. Suspeitos foram encaminhados à Central de Flagrantes de Natal.

Por G1RN
PRF apreende 101 comprimidos de nobésio forte, anfetamina (Foto: Divulgação/PRF)

Dois homens foram presos com 101 comprimidos de nobésio forte, droga popularmente conhecida como rebite. A prisão aconteceu na BR-101, em São José de Mipibu, na Grande Natal. A dupla seguia em um caminhão de Natal para Petrolina (PE) na noite desta quarta-feira (16), e foi detida durante um abordagem de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com a PRF, os comprimidos foram encontrados com o passageiro. A droga, muito usada por motoristas profissionais para inibir o sono e prolongar a viagem, desrespeitando, assim, a Lei do Descanso, bem como potencializando o risco de acidentes nas rodovias, ainda segundo a Polícia Rodoviária.

Os ocupantes do caminhão foram encaminhados à Central de Flagrantes de Natal, e autuados por tráfico de drogas, sujeitos a uma pena de reclusão de cinco a quinze anos e multa.

Nobésio Forte
De acordo com a bula do fabricante, a droga é um anorexígeno indicada para o tratamento da obesidade. O nobésio forte é um estimulante do sistema nervoso central e faz com que o cérebro trabalhe mais depressa e causa nas pessoas a sensação de diminuição da fadiga. Assim, a pessoa consegue efetuar atividades, como dirigir e estudar, por mais tempo, sem se cansar.

Dentre os efeitos colaterais do uso dessa droga, de acordo com a PRF, causa tanto alterações fisiológicas como comportamentais. Em baixas doses, a pessoa apresenta insônia, perda de apetite, taquicardia e dilatação dos olhos.

A Polícia Rodoviária destaca que este efeito é prejudicial aos motoristas, pois à noite a visão deles pode ser ofuscada pelos faróis dos carros em sentido contrário. Com o aumento da dose, surgem efeitos como aumento da pressão arterial, impotência sexual, distúrbios gastrointestinais, irritabilidade e até paranóia.

Estatísticas
A repressão ao uso dessa droga é um trabalho permanente da Polícia Rodoviária Federal, no entanto não é uma tarefa muito simples, segundo afirma a corporação. A substância, muitas vezes, não altera o semblante do motorista, o que dificulta para saber se ele consumiu ou não o 'rebite', como é comumente conhecida a anfetamina.

No ano de 2016, a PRF apreendeu nas rodovias federais no Rio Grande do Norte um total de 591 comprimidos da droga. Até meados de agosto de 2017 já foram apreendidos 522 comprimidos.

No primeiro semestre de 2016, foram registrados nas BRs do RN um total de 76 acidentes envolvendo caminhões, que resultaram em onze feridos. No mesmo período deste ano, já foram registrados 105 acidentes, com 22 feridos e três mortes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário