terça-feira, 1 de agosto de 2017

Réu confesso no latrocínio contra taxista disse que agiu sozinho, afirma delegado


O delegado da 3ª Equipe da Delegacia de plantão, Dr. Evandro dos Santos, concedeu na tarde deste domingo (30) entevista coletiva a imprensa mossoroense, onde falou sobre o latrocínio (roubo seguido de morte) em que foi vítima o taxista Everaldo Zuza. 

A vítima foi sequestrada no centro de Mossoró, no dia 27 passado, depois que chegou de viagem de Natal e encontrada morta, neste domingo, em avançado estado de putrefação as margens da BR 405 próximo a Jucuri na zona rural do município. 

O corpo só foi encontrado depois que a Polícia Militar, localizou o carro, que estava estacionado na calçada de uma residência no bairro Barrocas e prendeu o principal suspeito do crime. 

Cristiano Washington Moreira, o "Buda" já condenado por roubo e foragido da justiça, após ser preso levou os policiais do GTO até o local onde estava o corpo do taxista. 

Durante a entrevista o Dr. Evandro dos Santos, disse que conversou informalmente com o acusado e este teria afirmado que agiu sozinho e que matou o taxista para roubar.

Vítima
Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário