quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Corpo encontrado com marcas de tiros nas costas, facadas no pescoço e mãos amarradas em Mossoró

Foi a 167ª Morte violenta em Mossoró em 2017


O corpo de um homem, aparentemente jovem, foi encontrado por volta de 05 horas da manhã de hoje, 21 de setembro, por populares que acionaram a Central de Operações da Policia Militar.

O local, uma estrada de barro entre o conjunto Geraldo Melo e o Dom Jaime Câmara, no Alto de São Manoel em Mossoró, no Rio Grande do Norte.

A vitima, sem identificação, estava com as mãos amarradas para trás, com uma amordaça na boca e marcas de tiros na cabeça e nas costas e duas perfurações na garganta, que segundo o perito criminal Renildo Marcelino, teriam sido provocadas por um objeto cortante.

No local ninguém reconheceu a vitima e nem tem informações de algum tipo de ocorrência com pessoas desaparecidas na região. A policia desconfia que a vitima seja um flanelinha que trabalha pastorando carros no centro de Mossoró, morador do bairro belo Horizonte.

Pela dinâmica da pericia, o perito Renildo acredita que o rapaz tenha sido morto em outro local e o corpo abandonado às margens da via. Segundo o perito, o cordão utilizado com mordaça pode ter sido uma forma de tortura e não apenas para silenciar a vitima. Depois dos procedimentos no local do crime, o corpo foi removido pela equipe de plantão no Itep.

O Câmera

Nenhum comentário:

Postar um comentário