sábado, 16 de setembro de 2017

Disque denúncia ajuda a capturar estuprador foragido há mais de 20 anos

Antônio Alexandre Neto, hoje com 65 anos, foi condenado a 25 anos de prisão por estupro de crianças em meados da década de 1990 no município de Apodi.

Um telefonema e uma prisão. O número 127 do Disque Denúncia do MPRN tem se mostrado uma ferramenta fundamental de reforço em investigações de crimes em geral, contribuindo para a defesa do cidadão.

Uma prova desse resultado foi dada nesta quinta-feira (14) à tarde. Após uma denúncia anônima, o GAECO e a polícia capturaram Antônio Alexandre Neto, foragido da Justiça há 22 anos, desde que foi acusado de abusar sexualmente de cinco crianças em 1995, na cidade de Apodi, interior do Estado.

Antonio Neto foi localizado em um assentamento rural do município de São Miguel do Gostoso, no litoral norte.

Em agosto de 2010, ele foi condenado inicialmente a 48 anos de prisão, mas o tribunal reduziu para 25 anos, dois meses e 12 dias em regime fechado. 

Antônio Neto foi levado para a Delegacia de Plantão da zona Norte e ficará à disposição da Justiça da comarca de Apodi. Depois de passar por vários lugares, inclusive em outros Estados, como Bahia, Paraíba e Maranhão, o foragido deverá começar a pagar pena pelos crimes que cometeu.

MPRN

Nenhum comentário:

Postar um comentário