sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Facções de outros estados podem ter ligação com chacina nas Rocas

Divisão de Homicídios não descarta outras linhas de investigação, como a da participação das vítimas com o tráfico de drogas.


A Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa já deu iniciou as investigações para apurar as razões e autoria da chacina registrada na tarde desta quarta-feira (27), no bairro das Rocas, zona Leste de Natal. A DHPP aponta como uma das hipóteses a ligação do fato com facções criminosas que atuam no Rio Grande do Norte e de outros Estados. Na ocasião quatro pessoas foram mortas no interior de uma residência e duas ficaram feridas.

De acordo com o delegado Marcos Vinícius que assume interinamente a diretoria da divisão, nenhuma linha é descartada nesse momento, porém duas delas se destacam. "O que foi apurado no local coloca as vítimas em duas esferas investigativas, a ligação delas na guerra do tráfico de drogas e a participação em facções criminosas que atuam no no Rio Grande do Norte e em outros Estados do Nordeste", disse.

As vítimas da chacina foram identificadas como Vladson Barros de Andrade, de 30 anos, Radanésio Barbosa, de 23, Dayse Suely França, 28 anos e um adolescente de 17 identificado como Eduardo Alison Silva. As outras pessoas que ficaram feridas durante o atentato não tiveram os nomes revelados. Vinícius relatou ainda que quem está presidindo o inquérito que investiga a chacina é o delegado Mateus Trindade. Qualquer informação sobre os assassinatos podem ser passadas pelo número 181, disque denúncia.

Sérgio Costa Portal BO

Nenhum comentário:

Postar um comentário