segunda-feira, 23 de outubro de 2017

RN atinge marca histórica de 2 mil assassinatos em menos de um ano

A pedido do G1, juízes, promotores de Justiça, sociólogos e especialistas em criminalidade comentam a crise na segurança pública potiguar; confira.

Por Anderson Barbosa, G1RN
Segundo especialistas, índices de violência no RN são alarmantes (Foto: Ney Douglas)

O Rio Grande do Norte atingiu neste domingo (22) uma marca assombrosa: 2.000 homicídios no ano. Segundo o Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza os crimes contra a vida no estado – nunca se matou tanto em toda a história do estado. No geral, o total de assassinatos é 25,8% maior que a quantidade registrada no mesmo período do ano passado – o que representa uma média atual de 6,80 mortes por dia. Natal, com 524 mortes, é a cidade potiguar mais violenta.

O número é o maior já registrado no RN. Nunca se havia chegado a 2 mil homicídios em um só ano no estado, e ainda faltam mais de dois meses para o fim de 2017. Do total de assassinatos, cerca de 78% estão relacionados com o tráfico de drogas, afirma Sheila Freitas, secretária de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed).

Nenhum comentário:

Postar um comentário