quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Preso que soltou algemas e fugiu de hospital no RN é recapturado em Santa Catarina

Raimundo Kléber Benício da Costa, o 'Gavião', escapou em junho do Hospital Walfredo Gurgel. Ele é considerado um dos chefes de uma facção criminosa.

Por G1RN
Raimundo Kléber Benício da Costa, o 'Gavião' (Foto: Sesed/Divulgação)

O preso Raimundo Kléber Benício da Costa, que em junho deste ano conseguiu se libertar das algemas e fugiu do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal, foi recapturado no início desta semana na cidade de Indaial, em Santa Catarina. O vídeo acima mostra o momento em que o detento deixa o hospital caminhando.

Mais conhecido como ‘Gavião’, o detento é considerado pela Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Norte (Sesed) como um dos chefes de uma facção criminosa que atua no estado. Quando fugiu, era preso da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior presídio do RN.

Ainda segundo a Sesed, além de Raimundo Kléber, também foi detido Gyli Ruan Medeiros de Freitas Batista, o qual se encontrava com mandado de prisão em aberto expedido pela comarca Tangará, cidade da região Agreste potiguar. Na ação, ainda foi detida a companheira de Raimundo, que estava portando documentos falsos.

As prisões foram resultado de uma ação conjunta do Centro de Inteligência (CI) da Sesed e do Departamento de Informação e Inteligência (DINI) da Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina. prendeu na cidade de Indaial (SC).

“O foragido tinha dois mandados de prisão em aberto, quando escondeu-se na cidade de Indaial, de onde ainda comandava ações criminosas no RN. A prisão foi realizada após denúncia ao 181”, disse a Sesed.

Raimundo e Gyli foram encaminhados para a Penitenciária Industrial de Blumenau. Posteriormente, a dupla deve ser transferida para o Rio Grande do Norte.

A fuga
Raimundo Kléber, que havia sido preso em fevereiro de 2014 durante uma operação de combate ao tráfico de drogas, fugiu no dia 6 de junho. Ele estava internado no Hospital Walfredo Gurgel desde o dia 30 de maio, quando foi levado à unidade para ser submetido a uma cirurgia ortopédica. Um policial militar e um agente penitenciário faziam a guarda do detento.

Logo após a fuga, procurada pelo G1, a assessoria de imprensa da Polícia Militar disse que não tinha ninguém no quarto quando o preso saiu. Ainda segundo a PM, no momento da fuga, o agente penitenciário teria ido almoçar e o policial estava no banheiro.

Imagem do circuito de vigilância mostra o momento em que o preso Raimundo Kléber Benício da Costa deixa a enfermaria do hospital (Foto: G1/RN)

Nenhum comentário:

Postar um comentário