quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Adolescentes infratores se rebelam e fazem educadores reféns em Ceduc da Grande Natal

Rebelião teve início na noite desta terça-feira (19) no Ceduc Pitimbu, em Parnamirim. Após confusão, ninguém ficou ferido.

Por Sérgio Henrique Santos, Inter TV Cabugi
Adolescente fazem rebelião em Ceduc da Grande Natal (Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi)

Adolescentes que cumprem medida de internação no Centro Educacional (Ceduc) Pitimbu, em Parnamirim, Grande Natal, realizaram um motim nesta terça-feira (19). A confusão começou por volta das 20h, no alojamento 1, onde estavam 10 adolescentes. Eles fizeram dois educadores reféns. Segundo o major José Deques, Coordenador de Segurança da Fundac, os internos queimaram colchões e exigiram transferência. Ninguém ficou ferido.

A Polícia Militar foi acionada para fazer a negociação, porque os adolescentes não se entregavam nem soltavam os educadores. Segundo a PM, os reféns ficaram pelo menos duas horas em poder dos menores infratores, que estavam armados com facas artesanais e barras de ferro.

Com a chegada do Batalhão de Choque por voltas das 21h30, os policiais se preparavam com escudos e armas não-letais para entrar na unidade; a ordem era libertar os reféns com segurança. De acordo com a PM, a negociação foi muito rápida e em 15 minutos os reféns foram liberados. Os educadores, apesar de abalados, não se feriram.

Segundo a polícia, os quatro infratores que iniciaram a rebelião foram levados à Delegacia de Plantão e vão responder pelos danos provocados. Atualmente, o Ceduc Pitimbu tem cerca de 50 adolescentes. A unidade tem capacidade para 72 menores.

Um dos educadores, que preferiu não se identificar, disse que o trabalho é cansativo, que o sistema está prestes a explodir e que eles são ameaçados constantemente. Ele também revelou que brigas e motins são comuns na unidade. Decepcionado ele desabafou, "O sistema sócio-educativo, não ressocializa ninguém.

Com a chegada do Batalhão do Choque, a negociação foi feita e os reféns liberados. (Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário