sábado, 31 de março de 2018

Mossoró=Condenado a 14 anos e 8 meses de prisão por roubo é brutalmente assassinado na região das Malvinas.



Um crime de homicídio com requintes de crueldade, foi registrado na manhã desta sexta feira 30 de março de 2018, em Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte.

Um homem identificado como Elias Junio da Silva “Junio Barroada”, 39 anos de idade, morador da Rua Vicente Leite no bairro Planalto 13 de Maio, presidiário foragido da justiça com mandado de prisão em aberto, foi encontrado morto, em uma estrada de barro entre o Conjunto Geraldo Melo e o Dom Jaime Câmara.

A vítima, que estava com as mãos amarradas para trás, apresentava perfurações na cabeça provocadas por tiro e faca e teve as pernas cortadas e o pescoço degolado.

Vários curiosos compareceram no local, mas ninguém reconheu a vítima, que não portava documentos de identificação. O Homem tem várias tutuagens pelo corpo, inclusive algumas com nomes de pessoas, como Moisé, Patrícia. Uma delas com a frase: Amor só de Mãe.

O corpo foi encontrado por volta das 07h30min. Populares que passavam no local ao avistar o homem no meio da estrada, acionaram a Polícia Militar através do 190. A VTR dos cabos Peixoto e saldanha foram ao local e passaram a isolar o corpo até a chegada das equipes do ITEP e da Delegacia de Plantão.

O perito criminal Otávio Domingos, acredita que a vítima tenha sido morta durante a madrugada em outro local e dosovada na estrada carroçável onde o corpo foi encontrado. No local, os criminosos escreveram na areia a sigla SDC e o código da facção criminosa Sindicato do Crime 1814.

Após os trabalhos da perícia criminal, o corpo de Elias Junio da silva foi encaminhado a sede da Unidade Regional do ITEP para ser necropsiado e será liberado após a familia comparecer ao órgão com a documentação da vítima.

Com mais um crime de homicídio, registrado em Mossoró, a cidade passa a contabilizar 73 assassinatos no ano de 2018. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios (DHPP)

Elias cumpria pena de 14 anos e 8 messes, por roubo na Penitenciária Mário Negócio em Mossoró, mas estava foragido da unidade e de acordo com o Banco nacional de mandados, ele estava com mandado de prisão em aberto, expedido pela Juíza Cinthia Cibele Diniz De Medeiros da Vara de Execução Penal da Comarca de Mossoró.

Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário