quarta-feira, 23 de maio de 2018

Divipoe prende em Mossoró apodiense foragido da justiça e mais três pessoas por formação de quadrilha armada

Queixinho

Policiais Civis da Divisão de Polícia do Oeste (DIVIPOE), sob o comando do delegado Renato Oliveira prenderam nesta tarde de terça feira 22 de maio, Iranildo de Sousa Oliveira,o "Queixinho" principal suspeito de ter tentado contra a vida do casal Fabiana Nunes, de 31 anos, e Antônio Cledno Bezerra de Lima, o Guegão de 28 anos crime ocorrido no dia 05 desse mês dentro de um cabaré na cidade de Apodi, no Oeste Potiguar.

De acordo com o delegado Renato Oliveira, Queixinho, é tido como um criminoso de alta periculosidade, é membro da facção criminosa Sindicato do crime e vinha sendo procurado pela Polícia.

Outras três pessoas, identificadas como, Fábio Gledson da Silva Medeiros, Everton de Sousa Gomes e Antônio Edilson de Araújo Santos, que estavam com Queixinho, em um veículo Chevrolet Onix branco com placas de Belo Horizonte/MG, também foram presos.

Segundo Renato Oliveira, os quatro homens estavam na região do Pirrichil e tentaram fugir de uma abordagem da equipe da Divipoe e no momento da prisão, Iranildo de Souza, portava uma pistola 45, de uso restrito das forças armadas. 

Todos foram conduzidos a sede da Divipoe e apresentados ao delegado Renato Oliveira que após ouvi-los adotou as medidas cabíveis. Queixinho foi autuado por porte ilegal de arma de fogo de uso não permitido e por formação de quadrilha armada juntamento com os demais presos. Os quatro foram encaminhados à Cadeia Pública de Mossoró, onde ficarão a disposição da Justiça.

Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário