sexta-feira, 15 de junho de 2018

Cinco elementos são presos suspeitos de fazerem parte de uma quadrilha de assaltantes.



Operação realizada por agentes da Delegacia Especializada em furtos e Roubos de Mossoró com apoio da 2ª Delegacia Distrital e do Grupo Tático Operacional da Polícia Militar, na tarde de hoje, 14 de junho, terminou com a prisão de cinco elementos suspeitos de fazer parte de uma quadrilha de assaltantes.

Uma pistola 380, 85 munições de calibres, 12, 380 e 38, além de cilindro de oxigênio, maçarico, pé de cabra, marreta e outros instrumentos utilizados em arrombamento de bancos e agencias bancarias foram encontrados com a quadrilha. A pistola foi levada de um comerciante durante um arrombamento de um comercio, segundo o Delegado Luiz Fernando, titular da Especializada em Furtos e Roubos.

O grupo estava utilizando uma casa localizada na Rua Chevrolet no Conjunto Nova Mossoró como ponto de apoio para as ações criminosas.

Os Presos:
- Michael Bruno Praxes Barbalho, foragido do Sistema Prisional e segundo o delegado o mesmo faz parte da quadrilha que era comandada por Elano Camilo, morto semana passada em confronto com a policia no município de Governador Dix Sept Rosado. Bruno no momento da prisão apresentou documento de idade falso em nome de outra pessoa.
- Paulo Roberto Celino de Oliveira, foragido do sistema prisional e está com dois mandados de prisão por prisão por roubo.
- Antônio José Abstênio, responde processo na justiça por assalto e está com mandado de prisão em aberto. No momento da prisão ele apresentou documento falso.
- Wellington Bezerra Costa, responde processo na justiça por assalto e estava em liberdade condicional.
- Alexandre Ferreira Senhor, foi encontrado dentro do seu carro um Golf preto, varias munições de calibre 12. 

Os cinco presos, juntamente com o material apreendido, foram encaminhados à Delegacia de Furtos e Roubos e apresentados ao delegado Luiz Fernando. De acordo com o delegado, o grupo criminoso foi autuado em flagrante pelos crimes de posse ilegal de arma e munição, receptação, uso de documento público falsificado e Associação Criminosa.

Antes de serem encaminhados para uma unidade prisional do estado, os elementos passaram pela Unidade Regional do Itep para exames.

O Câmera

Nenhum comentário:

Postar um comentário