segunda-feira, 18 de junho de 2018

Mossoró=Comerciante é executado a tiros no Sítio Pau Branco região da Maísa


A Polícia Militar, registrou no início da noite deste sábado 16 de junho de 2018, um crime de homicídio, na Comunidade de Pau Branco, região da Maísa, na zona rural de Mossoró, no Oeste Potiguar.

A vítima, o comerciante identificado como Mário Gomes de Limade 29 anos de idade, foi executado com mais de dez tiros de pistolas ponto 40 e 9 mm, dentro de seu estabelecimento comercial.

De acordo com informações, a vítima, era natural de Natal, mas morava no Assentamento Oziel Alves, localizado as margens da BR 304 ao lado da Maisa e mantinha um comércio no Sítio Pau Branco.

No final da tarde de hoje (16) por volta das 17h50min, Mário estava no seu comércio, quando dois homens chegaram em uma moto, armados de pistolas, se dirigiram ao estabelecimento e começaram a atirar contra ele.

O comerciante ainda tentou escapar dos atiradores, correndo para o banheiro, mas foi alvejado com vários tiros e morreu dentro do comércio. Os criminosos, fugiram após a execução e não foram identificados. Muitas cápsulas de pistolas ponto 40 e 9 mm ficaram espalhadas pelo chão.

A Polícia não tem informações sobre o que teria motivado a execução do comerciante. O delegado de plantão Dr. Roberto Moura esteve com sua equipe no local colhendo informações que possam ajudar a Polícia Civil na elucidação do caso.

Segundo a polícia, não há registros de antecedentes criminais contra Mário Gomes de Lima, o que dificulta a polícia a traçar uma linha de investigação. Na comunidade ninguém se pronunciou sobre o caso. O comerciante não tinha familiares na região, somente a mulher dele esteve compareceu no local.

Após os procedimentos realizados no local pela equipe do ITEP e da Polícia Civil, o corpo do comerciante foi removido para o setor de medicina legal para ser necropsiado e depois liberado.

Com mais um homicídio registrado em Mossoró, a cidade passa a contabilizar 113 assassinatos no ano de 2018. Crime a ser investigado pela Delegacia de Homicídios de Mossoró (DHM).

Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário