quinta-feira, 2 de maio de 2019

Dupla é condenada pelo assassinato de vigiante do IFRN de Apodi

Igor Vinícius de Lima Neris foi condenado a 13 anos e seis meses enquanto José Edilson Pereira da Silva pegou 21 anos e nove meses pela morte do vigilante Francisco Cabral Neto, de 52 anos, crime que aconteceu em abril de 2017
Acusados de envolvimento na morte de vigilante do IFRN em 2017, são julgados em júri popular nesta quinta-feira em Mossoró. Foto: Joaquim Marcelino/
Em juri popular promovido na tarde desta quinta-feira (2), em Mossoró, José Edilson Pereira da Silva e Igor Vincíus de Lima Neris foram foram considerados culpados pelo assassinato  do vigilante do IFRN Francisco Cabral Neto, de 52 anos. Apontado como mandante do crime, José Edilson Pereira foi condenado a 21 anos, nove meses e dez dias de prisão. Igor Vinicius De Lima Neris, tido como intermediador do crime, foi condenado a 13 anos, seis meses e 20 dias.
O crime aconteceu em abril de 2017, na cidade de Apodi, a 339 quilômetros de Natal.(RELEMBRE)
O processo foi transferido para Mossoró por questões de segurança. Segundo a denúncia do Ministério Público Estadual, José Edilson, que também é vigilante, é apontado como mandante do crime.
De acordo com a investigação, ele planejou matar Francisco Cabral Neto para ficar com a vaga dele no IFRN. O acusado procurou Igor Vinícius de Lima Neres através de rede social e ofereceu dinheiro para ele executar o colega vigilante. Igor teria contratado um adolescente para cometer o crime também para quitar uma dívida.
Francisco Cabral foi assassinado quando chegava em casa depois de mais um plantão. Por ser uma pessoa muito conhecida na cidade, houve uma mobilização da população para ajudar a polícia a identificar os suspeitos pelo crime.ante. Igor teria contratado um adolescente para cometer o crime também para quitar uma dívida.
Sobre o crime
Francisco Cabral foi assassinado quando chegava em casa depois de mais um plantão. Por ser uma pessoa muito conhecida na cidade, houve uma mobilização da população para ajudar a polícia a identificar os suspeitos pelo crime.
Igor Vinicius e José Edilson mandantes do crime


OP9

Homem é preso no RN suspeito de agredir companheira de 16 anos grávida

Adolescente disse em depoimento na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher que foi agredida no rosto e na barriga
Adolescente grávida de seis meses foi agredida por companheiro. Homem foi autuado pela Lei Maria da Penha. Foto: Reprodução/TV Ponta Negra

Um limpador de piscinas de 35 anos foi preso na noite da quarta-feira (1º) suspeito de agredir a companheira, uma adolescente de 16 anos, que está grávida, no bairro Planalto, Zona Oeste de Natal. O homem foi detido e encaminhado para a Delegacia da Mulher de Plantão da Zona Norte da capital, após os vizinhos denunciarem anonimamente as agressões.
A adolescente relatou à polícia que o companheiro bateu no rosto dela e deu tapas na barriga. Ela está grávida de seis meses. O homem foi autuado pela Lei Maria da Penha. A Polícia Civil ressalta a importância das mulheres fazerem as denúncias.
A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) começou a funcionar em regime de plantão 24h no fim de março deste ano. A unidade funciona nos fins de semana, feriados e também depois das 18h de segunda a sexta-feira. Além disso, a Deam Zona Norte não restringe atendimento somente a casos daquela região da capital. A unidade funciona no mesmo prédio da Delegacia de Plantão na Avenida João Medeiros Filho, estrada da Redinha.


OP9

Acusados da morte de vigilante do IFRN em Apodi sentam-se no banco dos réus

Igor Vinícius de Lima Neris e Edilson Pereira da Silva são acusados da morte do vigilante Francisco Cabral Neto, de 52 anos, em abril de 2017
Acusados de envolvimento na morte de vigilante do IFRN em 2017, são julgados em júri popular nesta quinta-feira em Mossoró. Foto: Joaquim Marcelino/
Estarão no banco dos réus nesta quinta-feira (2), em Mossoró, Região Oeste do Rio Grande do Norte, os dois acusados de envolvimento na morte do vigilante do Instituto Federal de Educação Tecnológica (IFRN) Francisco Cabral Neto, 52 anos. O crime aconteceu em abril de 2017, na cidade de Apodi, a 339 quilômetros de Natal.(RELEMBRE)
O processo foi transferido para Mossoró por questões de segurança. Os acusados são José Edilson Pereira da Silva e Igor Vincíus de Lima Neris. O júri popular acontece no Fórum Desembargador Silveira Martins.
Segundo a denúncia do Ministério Público Estadual, José Edilson, que também é vigilante, é apontado como mandante do crime. De acordo com a investigação, ele planejou matar Francisco Cabral Neto para ficar com a vaga dele no IFRN. O acusado procurou Igor Vinícius de Lima Neres através de rede social e ofereceu dinheiro para ele executar o colega vigilante. Igor teria contratado um adolescente para cometer o crime também para quitar uma dívida.
Sobre o crime
Francisco Cabral foi assassinado quando chegava em casa depois de mais um plantão. Por ser uma pessoa muito conhecida na cidade, houve uma mobilização da população para ajudar a polícia a identificar os suspeitos pelo crime.
Igor Vinicius e José Edilson mandantes do crime


OP9

quarta-feira, 1 de maio de 2019

Aluno mata professor a tiros dentro de escola em Valparaíso (GO)

De acordo com a polícia, estudante de 17 anos discutiu com Júlio Cesar Barroso de Sousa e não gostou quando o professor que atuava como coordenador falou que ia transferi-lo. O menor, segundo o delegado, ainda atirou mais uma vez na vítima após cair.
O coordenador Júlio Cesar Barroso de Sousa foi morto a tiros por um aluno da escola estadual Céu Azul em Valparaíso de Goiás — Foto: Reprodução
Um tiro pelas costas, enquanto corria, e outra a curta distância. Foi desta forma que, segundo a polícia, o coordenador da Escola Estadual Céu Azul, em Valparaíso de Goiás, Júlio Cesar Barroso de Sousa, 41 anos, foi morto por um aluno uniformizado de 17 anos dentro do colégio na tarde desta terça-feira (30). De acordo com o delegado Rafael Abrão, a escola estava cheia no momento do crime e o menor ainda não foi localizado.
Nenhum advogado havia se apresentado na delegacia até o início desta noite, como responsável pela defesa do menor. As secretarias estaduais de Educação e Segurança Pública emitiram notas informando que acompanham o caso com equipes em Vaplaraíso de Goiás. (veja as notas na íntegra abaixo)
“Ele invadiu a sala dos professores, onde a vítima estava, teve uma breve discussão entre eles, foi quando o menor sacou o revólver. O professor ainda tentou correr, ele efetuou um dos disparos nas costas, a vítima caiu e, em seguida, ele (menor) foi a curta distância e efetuou mais um disparo”, informou o titular do Grupo de Investigação de Homicídios de Valparaíso.
Antes do crime à tarde, pela manhã, o aluno e o coordenador já tinham discutido, segundo o delegado.
“Este aluno chegou a ofender verbalmente a professora e o coordenador interviu na discussão e também começou uma discussão. Foi quando o coordenador disse que ia transferi-lo de escola. Nesse momento, o aluno virou para ele e disse: ‘o senhor pode até me transferir de escola, mas você vai pagar por isso. Mais tarde esse aluno retornou para escola, já aramado, ao que tudo indica com um revólver”, relatou Rafael Abrão.
Ainda segundo o delegado estava tendo aula normal quando o crime ocorreu, o que provocou uma correia. "A escola estava cheia. O pessoal chegou a cogitar até algum tipo de atentado, porque eles escutaram os estampidos de arma de fogo”, comentou.
O delegado já iniciou as buscas pelo menor, que tem, segundo ele, antecedente por ato infracional análogo a roubo. No entanto, não haveria registro de confusões na escola, antes desta discussão com a professora, que teria o repreendido por problemas disciplinares, ainda não divulgados.
“Segundo relatos, este aluno não era um aluno problemático. Era um aluno mais quieto, mais reservado e nunca se envolveu em nenhum tipo de confusão na escola”, afirmou o titular do GIH.
Sobre como o aluno entrou armado na escola, Abrão diz que o fato dele estar uniformizado foi o que facilitou.
“Nós acreditamos que ele teria livre acesso à escola, inclusive ele estava com o uniforme da escola, então por isso ele entrou. É um aluno que já estuda há bastante tempo na escola, então ele tinha livre acesso ao local”, relatou o delegado.
A família do aluno moraria a quatro quadras da escola, onde a polícia já fez buscas por ele. Até por volta das 20h30 desta terça ainda não havia informação sobre os horários e locais do velório e sepultamento.
De acordo com informações, Júlio César era casado e deixa dois filhos pequenos de 4 e 6 anos.

Nota da Seduc
"A Secretaria de Estado da Educação de Goiás (Seduc) lamenta a morte do professor Júlio Barroso, coordenador de turno do Colégio Estadual Céu Azul, de Valparaíso de Goiás. Com imenso pesar, informa que o professor Júlio foi baleado por L. R. L., de 17 anos, aluno da escola. O Serviço de Saúde (Samu) foi acionado, mas, infelizmente, o professor morreu ainda na unidade escolar. Também foram acionadas a Polícia Militar e a Policia Civil, a cargo de quem correm as investigações.
A Seduc acompanha o ocorrido e está com equipes no local para prestar o apoio à comunidade escolar neste momento de tristeza e perplexidade. Também, com o mesmo propósito, será deslocada à cidade de Valparaíso uma equipe multidisciplinar, composta por psicólogo, assistente social e integrantes da Superintendência de Segurança Escolar da Seduc. A Seduc reitera que tem feito todos os esforços no sentido de contribuir para a cultura da paz".
Nota da SSP-GO
"A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informa que todas as forças policiais já estão atuando para apreender o adolescente suspeito da morte do professor Júlio César Barroso de Sousa, em Valparaíso de Goiás. As investigações estão sob a responsabilidade da Polícia Civil.
G1-GO


Mãe confessa ter matado a filha de 1 ano em Santa Rita do Araguaia-GO

Inicialmente, padrasto da criança tinha admitido o crime, mas depois desmentiu e disse que suspeitava que mulher estivesse grávida e não queria que ela fosse presa. Mulher chegou a dar entrevista lamentando a morte.
Emanuelly foi morta após ser agredida pela mãe, em Santa Rita do Araguaia — Foto: Reprodução
A Polícia Civil concluiu o inquérito e indiciou Jaqueline Vieira, de 21 anos, pela morte da filha, Emanuelly de apenas 1 ano, em Santa Rita do Araguaia, região sudoeste de Goiás. Segundo a corporação, ela confessou o crime e responderá por homicídio qualificado, com aumento de pena por ter sido praticado contra descendente, porém, em liberdade. A jovem chegou a dar uma entrevista na qual chorou pela morte da criança.
O caso sofreu uma reviravolta durante as investigações, pois o padrasto da menina, Gabriel Felizardo Silva, chegou admitir, em um vídeo, ter praticado o assassinato. Porém, durante a apuração, ele admitiu ter assumido a culpa acreditando que a mulher estava grávida e não queria que ela fosse detida nessa condição.
Emanuelly foi morta no dia 19 de abril. Após ser agredida, ela foi levada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. O casal alegou que ela havia caído da cama. Porém, os médicos desconfiaram e chamaram a polícia.
Em depoimento, Gabriel confessou ter cometido o crime. Disse que bateu "com a mão fechada" na enteada porque ela estava chorando e não conseguia dormir. Ele também isentou a mulher. Logo em seguida, ele foi preso.
A versão, porém, não convenceu a polícia, que seguiu investigando. Em depoimento prestado na última segunda-feira (29), Jaqueline confessou o crime.
“Após nós mostrarmos a ela todos os elementos que a investigação já tinha levantado, no sentido de que ela teria sido a autora das agressões, ela então, foi, aos poucos, confessando e dando detalhes de toda dinâmica, de todas as circunstâncias desse fato”, disse o delegado Marcos Guerini, responsável pelo caso.
“Ela será indiciada por homicídio qualificado, em razão da impossibilidade de defesa da vítima, com aumento de pena em razão de que o crime foi praticado contra descendente”, completou.
Sobre a motivação, Guerini informou que a mulher disse que não era nada contra a filha. “O motivo, alegado por ela, acabou sendo um motivo íntimo, não de raiva conta a própria criança, foi mais uma explosão de raiva dela mesmo. A criança acabou estando no lugar errado na hora errada.
O advogado de Gabriel, Nelson Oliveira Batista, disse que orientou o cliente a dizer a verdade.
“Perguntei a ele: ‘Você quer insistir com essa situação?’ Ele disse que não sabia que que a criança viria a falecer, eu não quero assumir essa situação por ela. Acho que ela deve pagar pelo que ela fez”, pondera.

G1-GO


Suspeito de tentativa de homicídio em Serra do Mel-RN é preso com droga em Mossoró

Policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) prenderam, no início da tarde desta terça-feira, 30 de Abril de 2019, Bruno Fausto de Souza Neto, de 30 anos. Contra ele havia um mandado de prisão preventiva em aberto pelo crime de tentativa de homicídio, praticado na cidade de Serra do Mel.
Além do cumprimento do mandado de prisão, Bruno Fausto foi preso em flagrante pela prática de tráfico de drogas, em sua residência em Mossoró, onde os policiais apreenderam 19 “trouxinhas” de maconha.
Ele foi conduzido á sede da DENARC e após os procedimentos, o mesmo foi encaminhado para a Cadeia Pública, onde ficará a disposição da justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Policial civil é morto a tiros na Grande Natal

Crime aconteceu na noite desta terça-feira (30 de abril) próximo ao viaduto de Emaús, em Parnamirim.
APC André Severiano trabalhava na 2ª DP de Parnamirim — Foto: Aquivo Pessoal
Um agente investigativo da Polícia Civil potiguar foi morto a tiros na noite desta terça-feira (30 de abril) próximo ao viaduto de Emaús, na marginal da BR-101, em Parnamirim, na Grande Natal.
André Severiano da Silva, de 45 anos, foi encontrado morto ao lado do carro dele, um Fox de cor branca, e estava com o distintivo no pescoço. Ainda não há pistas dos criminosos. Ele foi o sétimo agente de segurança pública morto no Rio Grande do Norte em 2019. Em 2018, foram 26 agentes mortos.
André Severiano trabalhava na 2ª DP de Parnamirim. Ele levou vários tiros. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso. Não estão descartadas a possibilidade de execução nem de latrocínio (roubo seguido de morte). A arma do policial não foi encontrada.
Pesar
A Polícia Civil lamentou a morte do policial. Abaixo, leia a íntegra da nota enviada à imprensa nesta manhã:

É com muito pesar que a Polícia Civil do Rio Grande do Norte vem por meio desta nota informar o falecimento do agente de Polícia Civil, André Severiano da Silva, 45 anos, morto de forma covarde na noite desta terça-feira (30), no bairro de Emaús, em Parnamirim.
Neste momento de dor e perda, nós que fazemos a Polícia Civil do RN enviamos as sinceras condolências para os familiares do policial André Severiano, considerado pelos companheiros de trabalho como um policial dedicado no exercício de suas funções. Durante 13 anos de trabalho na Polícia Civil, exerceu suas atividades em unidades como a Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) e estava lotado atualmente na 2ª. Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim. A instituição perde um policial que sempre se esforçou em prol da segurança e do bem comum.
A Polícia Civil cumprirá seu papel investigativo, buscando identificar e prender os responsáveis pelo crime. Posteriormente, serão divulgadas informações sobre local e horário do velório e sepultamento.



G1-RN

Integrante do Comando Vermelho é preso em praia da Grande Natal

Adenildo Pereira de Oliveira, “Coringa”, foi detido durante ação da Deicor em “festa” de facção na Praia de Búzios no domingo
Adenildo Pereira de Oliveira, conhecido como “Coringa”, é integrante de uma das maiores organizações criminosas do país, o Comando Vermelho. Foto: Polícia Civil/Divulgação
Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) prenderam no Rio Grande do Norte, Adenildo Pereira de Oliveira, conhecido como “Coringa”, integrante de uma das maiores organizações criminosas do País, o Comando Vermelho. O criminoso foi detido durante operação da Polícia Civil no domingo (28) na Praia de Búzios, em Nísia Floresta, Região Metropolitana de Natal.
Na “festa de facção” foram conduzidas 26 pessoas para a sede da Deicor, sendo autuados em flagrantes 6 criminosos. Inicialmente, Adenildo Pereira forneceu o nome como sendo Maxon Rodrigues de Oliveira, natural de Maxaranguape, no RN. De acordo com a polícia, como alguns dados não batiam, o Núcleo de Inteligência da Deicor conseguiu identificar o verdadeiro nome do suspeito.
Contra “Coringa” havia um mandado de prisão em aberto por uma sentença penal condenatória, tendo que cumprir a pena de 25 anos e 9 meses de prisão.

OP9

terça-feira, 30 de abril de 2019

Cinco dias após completar 18 anos jovem é preso com moto roubada e arma de fabricação caseira em Mossoró

Militares da Força Tática2º do Segundo Batalhão de Polícia Militar, com apoio de uma unidade da Guarda Civil do município prenderam no inicio da noite de ontem, 29, Paulo Victor Saraiva Dantas de 18 anos de idade, residente na favela do fio em Mossoró.
Paulo Vitor, que chegou a cumprir sanções no Ceduc, disse que estava tentando se desfazer de uma motocicleta que havia tomado de assalto com outros dois comparsas. Ele foi localizado em movimento na motocicleta na Avenida Senador Petrônio Portela no Abolição IV, ainda chegou a jogar uma arma de fabricação caseira que conduzia, para despistar a polícia e fugir, mas não conseguiu.
O jovem Paulo Victor foi conduzido à Delegacia de Plantão e como não conseguiu pagar a fiança de 2 mil reais arbitrada pela autoridade polícia, foi encaminhado para exames no Itep e deverá ficar a disposição da Justiça na cadeia Publica Juiz Manoel Onofre de Souza.

O Câmera

Vítima de acidente de trabalho no interior do RN morre no HRTM em Mossoró

Um trabalhador de 34 anos morreu em um acidente de trabalho na tarde desta segunda-feira (29), no interior do Rio Grande do Norte. Luciano André de Seixas da Silva, que trabalhava na empresa Transbet de Alto do Rodrigues, foi atingido durante a movimentação de uma das caixas de resíduos poli caçambas, quando fazia limpeza industrial na base de um poço de produção Petrobras.
O acidente aconteceu na base do poço 7-ET-0376-RN, campo do Estreito, já no município de Carnaubais. 
De acordo com informações colhidas, a vítima foi atingida na região abdominal por uma das caixas de resíduo da poli caçamba, tendo sofrido prensamento.
O homem ainda foi socorrido pela ambulância da UTI móvel, em seguida foi encaminhado para o hospital regional Tarcísio Maia de Mossoró, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Há suspeita de que houve hemorragia interna durante o acidente. 
A vítima trabalhava como ajudante, durante quatro anos na empresa Transbet de Alto do Rodrigues.



NOME

Corpo de homem é encontrado dentro do mato as margens da BR 304 trevo de acesso a Governador Dix Sept Rosado em Mossoró RN

O corpo de um homem ainda não identificado, foi encontrado na manhã desta terça-feira 30 de Abril de 2019, jogado às margens da BR 304 na saída para Governador Dix Sept Rosado. em Mossoró no Oeste Potiguar.
Funcionários de uma empresa de telefonia realizavam trabalho de manutenção de rede, no local quando se depararam com o corpo dentro do mato e acionaram a Polícia Militar.
A Polícia Militar foi pro local e realizou o trabalho de isolamento em apoio à Polícia Rodoviária Federal. De acordo com a perícia do Itep, o corpo estava no local a cerca de duas semanas e já apresentava sinais de esqueletização.
O perito Criminal Marcos Dayan informou que no momento não há como identificar a causa da morte, pelas condições atuais do corpo e que somente com o exame necroscópico é que se terá condições de identificar se o homem morreu vítima de homicídio, acidente ou de outra natureza.
Já em relação a identificação, não foi possível, pois não havia nenhum documento. O que poderá ajudar a família a identificar o corpo é através de uma tatuagem em uma das pernas, escrita com o nome de "Felipe" Após a perícia, o corpo foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal, para exames.


Fim da linha

[VÍDEO] Noiva morre e marido fica ferido em acidente horas após casamento

Vítima morreu depois de carro em que estava colidir frontalmente com outro veículo no Litoral Norte. Casamento aconteceu na tarde do domingo
Noiva morreu depois de ser socorrida para o HGE. Foto: divulgação
Um casal tinha acabado de sair da festa de casamento e seguia para a lua de mel quando se envolveu em um acidente na AL-465, entre Porto Calvo e Japaratinga, no Litoral Norte de Alagoas. A mulher morreu após ser socorrida para o Hospital Geral do Estado (HGE). O acidente ocorreu por volta das 19h do domingo (28).
De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, dois veículos – um HB-20, conduzido por Anderson Livino Alves dos Santos e um Cross Fox, dirigido por Jadison Flávio do Nascimento – colidiram frontalmente. Segundo o Batalhão de Polícia Rodoviária, o acidente deixou oito pessoas feridas, sendo uma delas socorrida em estado mais grave para HGE pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
A vítima em estado grave era Adelaide Lima dos Santos, 24 anos, que tinha acabado de casar. Ela chegou a ir para o HGE com vida e foi encaminhada para o centro cirúrgico, mas, de acordo com a unidade de saúde, não resistiu aos ferimentos. Outra vítima levada ao HGE foi o marido de Adelaide, Jonatas dos santos, de 19 anos. Segundo informações do hospital, ele se encontra na área vermelha e o estado de saúde é considerado estável.
As demais vítimas foram socorridas para um hospital de Porto Calvo pelo Corpo de Bombeiros e Samu. Os bombeiros realizaram também a limpeza da pista, onde houve derramamento de óleo. O casamento foi realizado na tarde do domingo, em Matriz do Camaragibe, segundo informações de um morador da cidade. Eles seguiam para a lua de mel em Japaratinga.
Veja vídeo do momento em que noiva se declara para o companheiro durante casamento

OP9


[VÍDEO] Incêndio atinge maior Shopping do RN

Fogo foi registrado na tarde desta segunda-feira (29) no Midway Mall, em Natal.
Um incêndio atingiu o Midway Mall, no bairro Tirol, Zona Leste de Natal, na tarde desta segunda-feira (29). O caso foi confirmado pelo Corpo de Bombeiros. Não houve feridos.
Segundo a assessoria de imprensa do shopping, as chamas começaram na casa de máquinas, que fica em uma área anexa ao estabelecimento, e o fogo não atingiu a área interna, onde ficam as lojas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo foi considerado controlado às 17h10, mas os militares continuaram no local fazendo o resfriamento da área.
Durante o incêndio, lojas foram evacuadas, e funcionários e seguranças do shopping pediram para que os clientes saíssem do estabelecimento.
O trânsito foi interditado nas proximidades do shopping. A Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) solicitou que os motoristas evitassem a região. Fiscais de trânsito também foram enviados ao local para controlar o tráfego as imediações do shopping.
O que se sabe até agora
O incêndio começou na área da casa de máquinas do shopping
O Corpo de Bombeiros enviou dois carros de combate a incêndio ao local
Não há feridos
Seguranças orientaram a evacuação de clientes e lojas fecharam, após o fogo atingir o sistema de ar-condicionado.
Segundo o shopping, o fogo não atingiu a área interna do estabelecimento
O fogo foi considerado controlado às 17h10 e os bombeiros começaram o resfriamento do local.
Relatos
A universitária Amanda Melo, de 21 anos, estava na academia que fica dentro do shopping quando o incêndio começou. Ela contou que viu funcionários da academia correndo e sem saber o que estava acontecendo foi em direção a saída da academia.
“Quando eu saí que eu vi aquela fumaça toda eu achei que era um incêndio no G6, o andar da academia. Aí desci correndo pelas escadas e saí pela porta principal da Salgado Filho. Meu carro está lá ainda, estacionado no G4, mas eu fiquei com medo de tentar sair com o carro e acabei deixando lá pra pegar depois”, disse.
O comerciante Alex Richelly, de 31 anos, também estava no Midway Mall na hora do incêndio. Ele contou que soube através de um funcionário de sua empresa que havia fogo no local. Como soube com certa rapidez do fato, Alex conseguiu sair de maneira tranquila do shopping, mas não deixou de se assustar. "Impressiona porque a intensidade da fumaça foi muito grande. E fogo é sempre um risco, não tem como não se assustar", disse.
Ele explica que no momento em que estava de saída, não houve tumulto, nem correria. "Não teve tumulto, foi bem calma a saída. Eles orientaram o pessoal a sair pela avenida Salgado Filho. Não teve nenhum pânico. Eu só me antecipei para sair porque logicamente a gente vê fumaça e pensa que é algo grave, mas o pessoal daqui segurou a onda legal", contou.


Texto/G1/Fotos e vídeos Redes Sociais

Indivíduo é preso pela PM empinando moto roubada em Mossoró-RN

Por volta das 11:30h desta segunda feira, 29 de abril de 2019, a equipe da VTR 1204 composta pelo Cb Dantas e o Sd Nogueira, se encontravam em patrulhamento na área do Grande Alto de São Manoel quando visualizaram um indivíduo praticando direção perigosa empinando um moto Honda CG 125 FAN, de placa OWD 4689 Mossoró-RN.
Quando o indivíduo percebeu que seria abordado pela polícia, empreendeu fuga adentrando no bairro Sumaré.
Houve uma perseguição, e José Ítalo da silva foi alcançado e preso.Foi realizada uma consulta junto ao Centro de Integrado de Operações da Polícia Militar (CIOSP), sobre a situação do veículo onde foi constatado que a mesma tinha sido roubada na última quinta feira.
Durante a perseguição, os policiais acabaram batendo a viatura contra um muro.
José Ítalo foi conduzido para a Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR), onde foi autuado por receptação.



Operação do MPRN apura fraudes no Detran de Mossoró e de outras três cidades

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta terça-feira (30) a operação Chapa Fria. O objetivo é apurar suposta prática de crimes ocorridos durante o processo de credenciamento para fabricantes e estampadores das placas Mercosul realizado no âmbito do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran). Ao todo, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em endereços residenciais e funcionais dos investigados.
A operação Chapa Fria contou com o apoio da Polícia Militar. Ao todo, 18 promotores de Justiça, 25 servidores do MPRN e 57 policiais militares participaram da ação. Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas cidades de Mossoró, Natal, Caicó e Assu.
A ação investiga o direcionamento, manipulação e fraude no processo de credenciamento para fabricantes e estampadores das placas com o objetivo de favorecer um grupo de empresas. Os supostos crimes foram cometidos, em tese, principalmente pelo presidente da Comissão instituída pelo Detran para o credenciamento de fabricante ou estampadores de placas padrão Mercosul, com o possível consentimento de um ex-diretor diretor-geral da autarquia estadual.
De acordo com o que já foi apurado pelo MPRN, há indícios que os dois estabeleceram requisitos e impuseram obstáculos nas normas locais, notadamente o edital e o regulamento, que não constavam nas resoluções do Denatran. Com isso, eles impuseram empecilhos técnicos e direcionaram o processo de credenciamento em favor de determinadas empresas.
Ainda segundo o que já foi investigado, para obter o controle total do processo de credenciamento e realizar a manipulação pretendida, os dois criaram uma comissão de credenciamento de fachada, cujos membros designados eram servidores do Detran que sequer sabiam que integravam essa comissão e jamais praticaram quaisquer atos dos que foram publicizados e inseridos fraudulentamente no sistema eletrônico de informações do órgão.
Recomendação:
Em fevereiro passado, o MPRN recomendou que o Detran anulasse o edital credenciamento de fabricantes e estampadores de placas padrão Mercosul publicado em dezembro do ano passado. Para o MPRN, o edital de credenciamento de fabricantes e estampadores deveria ter sido anulado por ausência de competência do Detran em instituir um novo procedimento de credenciamento, uma vez que essa tarefa compete ao Denatran.
Além de anular o edital, o Detran deveria, pelo que foi recomendado, adotar medidas para restituir a diferença de valor dessas placas já pago por consumidores que já instalaram o modelo Mercosul. Segundo levantamento do MPRN, o valor médio das placas passou de R$ 80 para R$ 202 no Rio Grande do Norte. A frota de veículos circulando atualmente no RN é de cerca de 1,2 milhão, segundo dados da Confederação Nacional de Transportes (CNT).
Já em fevereiro, o MPRN alertou que havia indícios de que o processo de credenciamento dessas estampadoras teria sido viciado, principalmente em relação à simulação das atividades da Comissão instituída para esse credenciamento. Em inquérito civil instaurado, o MPRN apurou que todos os atos supostamente praticados pela Comissão de Credenciamento foram, na verdade, praticados monocrática e arbitrariamente por um único servidor do Detran, “de modo que a Comissão não passou de uma simulação de Colegiado, eivando-se, pois, seus atos, de vícios e ilegitimidade”.
Ainda segundo o MPRN, esse processo viciado restringiu o mercado de fornecedores de placas, intervindo indevidamente na atividade econômica e vulnerando a ampla concorrência.
Na recomendação, o MPRN adiantou que iria adotar as medidas legais necessárias a fim de assegurar que o que foi recomendado seja implementado, inclusive através do ajuizamento da ação judicial.

Modelo Caroline Bittencourt teria morrido tentando salvar cadela

Modelo desapareceu no mar durante um passeio de barco em Ilhabela com o marido, o empresário Jorge Sestini, no domingo (28). Corpo dela foi encontrado quase 24 horas depois
Caroline Bittencourt e a cadela Canjica Foto: Instagram/Reprodução
A modelo Caroline Bittencourt teria morrido após pular na água para salvar sua cadela de estimação Canjica, segundo a agente dela, Andréia Boneti. Caroline desapareceu no mar durante um passeio de barco em Ilhabela com o marido, o empresário Jorge Sestini, no domingo (28). Canjica teria caído da embarcação por conta dos fortes ventos que atingiram a região no final de semana. O corpo da modelo foi encontrado na tarde desta segunda (29). Uma segunda cadelinha da família também estaria desaparecida.
Ao ver a queda dos animais, Caroline teria entrado na água para tentar resgatá-los, mas não conseguiu retornar para o barco. Quando percebeu que a esposa estava demorando a voltar, Jorge teria chegado a mergulhar e procurar a modelo, sem sucesso. Quase 24 horas depois do desaparecimento de Caroline, o corpo dela foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros e pela Marinha.
A atitude da modelo repercutiu bastante nas redes sociais. Perfis de protetores dos animais elogiaram muito a tentativa de resgate das cadelas. “A vida tem seus caminhos, as vezes difícil de aceitar. Morreu como uma heroína! Mostrando ao mundo todo seu amor pelas suas filhas de 4 patas… Não me conformo”, comentou a apresentadora Luísa Mell.
Caroline Bittencourt ficou conhecida nacionalmente após se envolver em polêmica durante o casamento do ex-jogador Ronaldo Fenômeno com a também modelo Daniela Cicarelli. Na ocasião, Caroline, então namorada do empresário Álvaro Garnero, amigo do noivo, foi impedida de entrar na festa, realizada em um castelo na França.
Filha agradece apoio de fãs e pede privacidade
Isabelle Bittencourt, filha da modelo Caroline Bittencourt, se manifestou por meio de suas redes sociais após sua mãe ser encontrada morta depois de ter caído de uma lancha no mar de Ilhabela, no litoral norte de São Paulo. “Agradecemos o apoio e as mensagens de carinho que temos recebido dos amigos e fãs da Carol. Essa movimentação de energias enche nossos corações de tanto amor. E é tudo que precisamos neste momento”, escreveu a jovem em um comunicado publicado no Instagram e assinado pelas famílias Bittencourt, Barbosa e Sestini.
A família também pediu compreensão e privacidade neste momento. “Decidimos realizar uma cerimônia íntima reservada apenas aos familiares e pedimos que respeitem nossa privacidade. A missa de 7º dia será celebrada e divulgada em breve a todos que quiserem transmitir seu afeto e seus sentimentos pessoalmente”, finalizou a nota. O corpo da modelo está sendo velado hoje no Cemitério Memorial Parque Paulista, em Embu das Artes, na Grande São Paulo.
Foto: Instagram/Reprodução
OP9


sexta-feira, 26 de abril de 2019

Assembleia do RN aprova lei que perdoa dívidas do IPVA para motociclistas

Projeto é de autoria do Governo do Estado. Proprietários de motocicletas com até 150 cilindradas serão beneficiados.
RN tem cerca de 440 mil motocicletas — Foto: Lana Honorato/Polícia Civil
A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou nesta quinta-feira (25) um projeto de lei de autoria do Governo do Estado que perdoa as dívidas do IPVA, que é o imposto sobre a propriedade de veículos automotores, até 2018 para proprietários de motocicletas com até 150 cilindradas.
Para receberem o perdão da dívida, os proprietários das motocicletas terão que estar com o IPVA de 2019 pago e a taxa de licenciamento deste ano também regularizada. Além disso, os motociclistas devem ter o seguro DPVAT em dia, não apresentar multas em aberto e não ter impedimento no Renavam, que é o registro nacional de veículos automotores.
Com a aprovação do projeto, o Governo do RN almeja arrecadar cerca de R$ 14 milhões com pagamentos do IPVA de 2019 para quem estava inadimplente. Durante a sessão, os parlamentares elogiaram o projeto, que acreditam que vai beneficiar principalmente pessoas de baixa renda - que não teriam condições de quitar a dívida - e que sobrevivem da agricultura.
No Rio Grande do Norte, a frota atual é de 440.919 motocicletas, das quais quase 40% estão registradas no interior do estado. O Governo do RN pretende fazer um mutirão para que os motociclistas regularizem a documentação.
A intenção é também promover uma campanha de educação no trânsito. Com o projeto, o objetivo do governo é dar mais segurança a pilotos e pedestres, como também mostrar a importância de estar em dia com o fisco e com o órgão de trânsito, além de ajudar na arrecadação.

G1-RN

Policiais do 12º Batalhão conseguem chegar a tempo e evitar um suicídio em Mossoró

Militares da guarnição comandada pelo Sgt Jonas “o cigano” e o Sd Aristoteri, do 12º Batalhão de Mossoró foram acionados pela Central de Operações “Ciosp” para o conjunto Odete Rosado com a informação de um homem com uma corda no pescoço querendo se matar.
Segundo informações, o Soldado Aristoteri começou a conversar com vítima, José Mariano, que já estava com a corda no pescoço e em cima de um banquinho, querendo consumar o fato.
O militar, aos poucos se aproxima de Mariano e consegue retirar a corda que o sufocava. Já em segurança e fora de perigo, com José Mariano foi conduzido na própria guarnição, para o atendimento médico.

O Câmera

Mãe é presa após forçar criança de um ano a fumar maconha. Assista

Cinco pessoas que aparecem no vídeo oferecendo um cigarro de maconha para a criança foram presas
Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um grupo de pessoas oferecendo um cigarro de maconha para um menino de apenas um ano e cinco meses de idade em uma casa no parque São Miguel, na zona sul de São Paulo. Três pessoas que aparecem nas imagens, a mãe e dois tios da criança foram presos.
A investigação começou quando policiais civis do 101° DP (Jardim das Imbuias), tiveram acesso ao vídeo que circulava em um aplicativo de mensagens, onde é possível ver uma adolescente colocando um cigarro de maconha na boca da criança.
No vídeo, a adolescente também oferece o cigarro para uma outra criança, uma menina de 4 anos, que recusa a oferta. Nas imagens  a adolescente está acompanhado de um homem, que seria tio das crianças.
A mãe do menino e outros dois tios também foram presos e encaminhados à delegacia. Em uma foto obtida pelos investigadores, as crianças aparecem juntas, com um dos homens presos, segurando o cigarro de maconha.
Em uma revista na casa dos acusados, os policiais encontraram 50 papelotes de maconha. O caso foi registado no 101° DP (Jardim das Imbuias).

R7

domingo, 21 de abril de 2019

Dois adolescentes são apreendidos pela PM em Mossoró, suspeitos de roubo em Baraúna

Policiais militares da VTR1204, Rocam e a VTR do Sargento Jonas, coordenador de Policiamento do 12º Batalhão de Policia Militar que tem o comando do TC. Humberto Pimenta com apoio do Grupo Tático Operacional – GTO 01 do 2º Batalhão de Policia Militar comandado pelo Major Maximiliano Fernandes, apreenderam dois adolescentes infratores de 17 anos, fato ocorrido no bar da Torre no Bairro Alto da Pelonha em Mossoró no Oeste do Estado do Rio Grande do Norte, suspeitos de roubarem por volta das 18 horas de sábado 20 de abril de 2019, um estabelecimento comercial localizado na Rua Cicero Ribeiro no Centro da Cidade de Baraúna/RN. 
Os militares do Grupo Tático Operacional – GTO 01, cientes do roubo na Cidade de Baraúna, que os suspeitos possivelmente seriam de Mossoró e teriam fugindo para acidade, os militares realizaram diligências no intuito de localiza-los e prende-los, mais não obtiveram êxito no inicio da noite.
Já por volta das 00h30min, da madrugada de domingo, 21 de abril de 2019, o Sargento Jonas que estava na coordenação do policiamento do 12º BPM, recebeu uma informação que os dois adolescentes infratores suspeitos do roubo, estariam em companhia de amigos bebericando e se divertindo no Bar da Torre.
Foi solicitado o apoio do GTO 01 do 2º BPM, que se juntaram a ROCAM, VTR 1204 e a VTR do Coordenador de Policiamento do 12º BPM, se organizaram e fizeram uma incursão policial ao estabelecimento acima citado, aonde os adolescentes em conflito com a lei se encontravam, logo localizando os dois e dando voz de apreensão, um dos menores tinha um mandado de busca e apreensão em seu desfavor.
A ocorrência foi apresentada pelos militares ao DPC. Evandro Luís dos Santos na Delegacia de Policia Civil de Plantão, onde os menores em conflito com a lei, foram autuados por infração análoga ao artigo 157 § 2º, Inciso II e § 2-A, Inciso I do Código Penal Brasileiro, em seguida foram encaminhados ao CIAD/Mossoró e ficarão a disposição da Promotoria da Infância Juventude e do Adolescente.

Jr. Dantas

Idoso que estava desaparecido em Assu-RN é encontrado morto

Desaparecido desde a última sexta-feira, 19 de Abril, que o senhor de 67 anos de idade, conhecido como Valentim Simão Pereira, conhecido como "Viúvo", foi encontrado morto na manhã deste domingo, 21 de Abril.
Informações dão conta de que "Viúvo" saiu de casa sem nenhum documentos e desde então não havia retornado para casa. Familiares fizeram buscas desde o dia do desaparecimento do mesmo e não tiveram sucesso.
Relatos dão conta que na última sexta-feira, 19, "Viúvo" havia sido visto bêbado nas proximidades do lago onde foi encontrado sem vida.
O corpo dele foi encontrado num lago na comunidade de Panon I, por moradores que fizeram buscas e visualizaram o corpo boiando nas águas do reservatório. A equipe do ITEP de Mossoró foi acionada, esteve no local e removeu o corpo do aposentado para ser necropsiado e logo depois liberado para sepultamento.

Assu Notícia

[VÍDEO] Chuva destrói ponte e carro é levado pela correnteza no interior do RN

Riacho transbordou e a ponte que liga o município de Santana do Matos à BR-304 se rompeu neste sábado. Homem teve carro levado e foi socorrido ao ficar pendurado em árvore
As fortes chuvas que caem no Rio Grande do Norte desde este sábado (20) destruíram trecho de uma ponte na rodovia estadual RN-041, que liga o município de Santana do Matos, localizado a 191 quilômetros de Natal, à BR-304. Houve ainda um o rompimento de um açude na cidade Fernando Pedroza, que encheu outro reservatório pequeno da região. Um transbordamento também cobriu de água parte da BR-304, no km 160.
De acordo com o técnico da Emater-RN e servidor da Defesa Civil de Fernando Pedroza, Nelielson Lemos da Silva, o trecho da rodovia ficou destruído e durante a madrugada deste domingo (21) um carro caiu na água. A Defesa Civil foi acionada para fazer o resgate do motorista do veículo, de 57 anos, que se apoiou em uma árvore dentro da correnteza.
“Ele tinha ido de Mossoró passar a Semana Santa com a família em Santana do Matos e não sabia que a ponte tinha caído”, explicou Nelielson. O técnico da Defesa Civil informou que passaram a noite no resgate, mas o homem foi socorrido e levado para o hospital da região e passa bem.
O prefeito de Santana do Matos, Erivaldo Júnior publicou um vídeo nas redes sociais na manhã deste domingo (21) no trecho onde a ponte foi destruída, mostrando a situação e pedindo ajuda ao Governo do Estado. “Estou fazendo apelo ao governo para ajudar na recuperação dessa rodovia que é um acesso tão importante para nossa região. Peço que auxilie na solução do problema. Estamos aqui junto com as Defesas Civil do Estado e Município, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, trabalhando para tentar minorar a gravidade desse acontecimento”, ressaltou Erivaldo Júnior.
De acordo com a PRF, o trecho da rodovia BR-304 não chegou a ficar interditado e está liberado para o tráfego. Já a RN 041 continua com o trânsito interrompido devido à destruição da ponte. As Defesas Civil Estadual e Municipal enviaram comunicado informando que o tráfego na ponte na altura da Fazenda São Miguel está totalmente interditado.


OP9

Jovem baleado em Felipe Guerra morre no HRTM em Mossoró

A cidade de Felipe Guerra localizada na região oeste do Estado do Rio Grande do Norte, registrou na noite de ontem sábado (20), o primeiro assassinato por disparos de arma de fogo do ano de 2019.
O crime foi registrado por volta das 20:30hs da noite na RN 032 quer liga a cidade de Felipe Guerra a BR 405, o crime foi bem na entrada da cidade.
A vítima o foi o Jovem Lucas Mazola, 23 anos de idade, de acordo com as primeiras informações repassadas através de grupos de whatsapp, a vítima trafegava na RN em uma Moto quando foi surpreendido pelos disparos de arma de fogo, populares informaram que os disparos atingiram a região da Cabeça e que foi visto um Motoqueiro desconhecido deixando o local que fugiu bem antes da chegada da Polícia Militar da cidade.
Lucas Mazola foi levado para o Hospital da cidade e logo em seguida transferido em estado grave para Mossoró, já no Tarcísio Maia a vítima foi submetido a exames e logo em seguido foi pra Sala de Cirurgia e não resistiu vindo a óbito. 
A cidade de Felipe Guerra registra o Primeiro crime do ano de 2019, a cidade registrou o último crime de homicídio no dia 7 de Março de 2018, fazia um ano e um mês do último crime, o caso será investigado pela delegacia de polícia civil do município de Apodi.

Santana Noticia


quarta-feira, 17 de abril de 2019

Acusados de planejar morte de radialista no RN são condenados a 14 anos de prisão

F. Gomes foi assassinado em 2010, em Caicó. Ex-pastor evangélico, Gilson Neudo segue em regime fechado. Já ao comerciante Lailson Lopes, o ‘Gordo da Rodoviária, foi concedido o direito de aguardar o recurso do julgamento em liberdade.
Gilson Neudo Soares do Amaral, ex-pastor evangélico, e Lailson Lopes, o 'Gordo da Rodoviária' — Foto: Rosivan Amaral e Willacy Dantas
Após ser adiado quatro vezes, enfim foi concluído na noite desta terça-feira (16) o júri popular unificado do ex-pastor evangélico Gilson Neudo Soares do Amaral e do comerciante Lailson Lopes, o ‘Gordo da Rodoviária – ambos acusados de planejar a morte do radialista Francisco Gomes de Medeiros, o F. Gomes, assassinado a tiros em 18 de outubro de 2010 na cidade de Caicó, na região Seridó potiguar. Os réus foram condenados a 14 anos de prisão por homicídio duplamento qualificado.
O julgamento aconteceu no Fórum Desembargador Miguel Seabra Fagundes, no bairro de Lagoa Nova, Zona Sul de Natal. Gilson, que já estava preso, segue no regime fechado dando cumprimento à pena. Já ao comerciante, foi concedido o direito de aguardar o recurso do julgamento em liberdade.
Ao todo, 14 testemunhas prestaram depoimento durante o júri. A acusação coube ao promotor Augusto Azevedo, que preferiu não comentar o caso.
Radialista F. Gomes foi morto em 2010, em Caicó — Foto: Paulo Júnior/Cedida
O crime
Francisco Gomes de Medeiros tinha 46 anos e trabalhava na rádio Caicó AM. Ele foi assassinado na noite de 18 de outubro de 2010, deixando mulher e três filhos. 'F. Gomes', como era mais conhecido, foi atingido por três tiros de revólver na calçada de casa, na rua Professor Viana, no bairro Paraíba, lá mesmo em Caicó. Vizinhos ainda o socorreram ao hospital da cidade, mas o radialista não resistiu aos ferimentos.
Consórcio
Segundo o Ministério Público, os acusados de participação na morte de F. Gomes fazem parte de um 'consórcio' de pessoas que se uniram com um propósito: eliminar o comunicador. Inicialmente, foram denunciados o mototaxista João Francisco dos Santos, mais conhecido como 'Dão', o comerciante Lailson Lopes, o ex-pastor Gilson Neudo, o advogado Rivaldo Dantas de Farias, o tenente-coronel da PM Marcos Antônio de Jesus Moreira e o soldado da PM Evandro Medeiros. Estes dois últimos não foram pronunciados e, consequentemente, acabaram excluídos do processo.
Rivaldo Dantas
Também denunciado como mandante do crime, o advogado Rivaldo Dantas de Farias foi igualmente sentenciado a ir para o banco dos réus, mas aguarda em liberdade a Justiça definir uma data para o júri popular.
Dão
O mototaxista João Francisco dos Santos, mais conhecido como 'Dão', admitiu ter puxado o gatilho. Como autor material do crime, ele foi condenado a 27 anos de prisão em regime fechado. O julgamento aconteceu no dia 6 de agosto de 2013. A defesa dele recorreu da decisão e o Tribunal de Justiça reduziu a pena para 21 anos.

G1-RN

Homicida procurado pela polícia de Mossoró-RN

A Polícia Civil, através de trabalho investigativo da equipe de policiais civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Mossoró/RN - DHM, elucidou o homicídio ocorrido no dia 09/04/2019, na rua Flávio de Oliveira , bairro Alto da Conceição, Mossoró/RN, que teve como vítima Antônio Gustavo Soares.(RELEMBRE)
O crime foi praticado pela pessoa de Edson Daniel Dantas da Silva, o qual foi preso em flagrante no dia 11/04/2019, após a prática de roubo e em confronto com a polícia militar foi alvejado, sendo socorrido para o Hospital Tarcísio Maia (HRTM), mas no dia seguinte empreendeu fuga do hospital. 
A DHM solicita a população informações sobre o paradeiro de Edson Daniel Dantas da Silva, através do disque denúncia 181



Pai e madrasta são presos suspeitos de torturar menino de 5 anos e colocar elástico no pênis dele por fazer xixi na calça em Cuiabá

Criança passava fome e tinha marcas de queimadura de cigarro pelo corpo. Casal confessou as agressões e os castigos contra o menino.
Pai e madrasta são presos suspeitos de torturar menino de 5 anos em Cuiabá — Foto: Polícia Civil de Mato Grosso/Assessoria
Um casal foi preso em flagrante nessa segunda-feira (15) suspeitos de torturar um menino de 5 anos no Bairro Pedra 90, em Cuiabá.
De acordo com a Delegacia Especializada de Defesa dos Diretos da Criança e do Adolescente (Deddica), eles são pai e madrasta do menino. A prisão ocorreu após denúncia ao Conselho Tutelar relatando que a criança era torturada pelo casal.
Uma testemunha relatou ao Conselho Tutelar que o menino reclamava de dores e estava com marcas de queimadura de cigarro pelo corpo, machucados nos joelhos, além de estar com o órgão genital em 'carne viva'.
A polícia descobriu que a criança é torturada desde o mês de janeiro, quando passou a ficar sob os cuidados do pai e da madrasta. As agressões eram frequentes, sendo que o pai batia no filho com socos e madrasta usava um pedaço de madeira, além da fivela de cinto para agredir a criança.
Agressões
Entre as agressões, os suspeitos colocavam um elástico no pênis da vítima, como punição pelo fato da criança fazer as necessidades fisiológicas na calça. O casal também colocava o menino por horas de castigo de joelhos sobre caroços de arroz e sobre concreto quente
Com base nos relatos, os policiais da Deddica foram até a residência dos suspeitos, no bairro Pedra 90, onde foi constatada a veracidade da denúncia.
O menino foi encontrado com várias ferimentos por todo corpo, não conseguindo nem ficar em pé.
A criança passava fome, estava muito fraca e foi encaminhada para uma Unidade de Pronta Atendimento (UPA), onde ficou sob observação.
A madrasta da criança foi presa em casa e o pai foi preso no trabalho, na Avenida Beira Rio, em Cuiabá.
O casal foi conduzido para a Deddica e interrogado pelo delegado Francisco Kunze Junior. Eles confessaram as agressões e os castigos contra a criança, sendo autuados em flagrante pelo crime de tortura.

G1

Moto tomada de assalto em Felipe Guerra-RN

Uma moto Honda/CG 150 titan placa MOS 6128 ano 2006/2007 cor vermelha proprietário Pedro Genuino Neto foi tomada de assalto quando seguia na estrada carroçável que da acesso a cidade de a Governador Dix-Sept Rosado a 100 metros da BR 405.
Qualquer informação ligue para (84)9656-2769 ou 84 9910-6444.

sexta-feira, 12 de abril de 2019

Elementos trocam tiros com a PM após assalto em Mossoró e acabam presos. Dois foram baleados no confronto.

Quatro elementos armados em um veículo HB20 de cor prata, com registro de roubo havia sido levado durante um arrastão em uma casa na última terça feira (9) no Planalto 13 de Maio, realizaram um assalto levando um celular da vítima, na noite desta quinta-feira, 11 de Abril de 2019
A ação criminosa, ocorreu nas proximidades da base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), no bairro Santo Antônio em Mossoró no Rio Grande do Norte.
No momento da fuga, os elementos se depararam com a Polícia Militar que fazia patrulhamento pela região.
Houve uma perseguição com troca de tiros e ao chegar nas proximidades do Colégio Menino Deus, no bairro Abolição I, os suspeitos foram alcançados e presos após colidirem o carro com uma calçada.
Três assaltantes foram detidos, sendo dois deles baleados durante o confronto e o quarto suspeito conseguiu fugir a pé.
Os feridos Edson Daniel Dantas da Silva, 19 anos, morador do Pirrichil, preso do semiaberto usando tornozeleira eletrônica, e um menor de 17 anos foram levados para o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), e após receber os atendimentos médicos, serão conduzidos para à Delegacia para os procedimentos cabíveis.
Outro menor que estava no veículo foi conduzido para a a Delegacia de Plantão.
Veja a benevolência de nossa justiça, no dia 05 de julho de 2018. Edson Daniel foi preso junto com um comparsa, após fazer um assalto com reféns em uma pizzaria na Avenida Presidente Dutra no Alto São Manoel.(RELEMBRE)
Talvez se fosse um pai de família desempregado, que furtou um biscoito para dar a seu filho, ainda estivesse na cadeia.